Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do papel funcional dos genes PAR-4 e SPARC na sobrevida e quimiosensibilidade em câncer de mama

Processo: 10/16543-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2011 - 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Nagai
Beneficiário:Maria Aparecida Nagai
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Flavia Regina Rotea Mangone ; José César Rosa ; Rosimeire Aparecida Roela ; Simone Aparecida de Bessa Garcia
Bolsa(s) vinculada(s):12/01387-3 - Efeitos da expressão do gene SPARC em células câncer de mama em cultura, BP.TT
Assunto(s):Neoplasias mamárias  Biomarcadores  Antineoplásicos 

Resumo

O câncer de mama é uma doença heterogênea, de curso clínico variável e que atinge uma grande parcela da população feminina mundial. Segundo dados de registros de câncer do Ministério da Saúde, o câncer de mama é a neoplasia maligna mais frequente e a principal causa de mortalidade na população feminina brasileira.Apesar dos avanços no conhecimento das bases moleculares do câncer de mama, a quimioterapia continua sendo o tratamento mais utilizado para o câncer de mama metastático. Entretanto, a falta de marcadores preditivos de resposta à quimioterapia e a resistência adquirida aos compostos utilizados constitui o maior obstáculo para o sucesso do tratamento. O tratamento do câncer com quimioterapia, é de maneira geral, empírico, baseado nos dados histológicos do tumor e não em função de marcadores de quimiosensibilidade e quimioresistência.Nas últimas décadas um grande número de novos agentes foi identificado com o objetivo de tornar o tratamento do câncer adequado a cada caso, aumentando a sobrevida das pacientes sem perda de sua qualidade de vida. Entre esses agentes estão os taxanos, docetaxel e paclitaxel, que se mostram efetivos no tratamento do câncer de mama metastático. Apesar de sua eficácia, não existem marcadores para predizer a resposta das pacientes a essas drogas e o uso continuado dos taxanos também pode levar as células tumorais a desenvolverem resistência à droga.Neste contexto, o presente projeto visa dar continuidade a estudos iniciados em projeto temático (Processo No 2006/01026-0) desenvolvido nos últimos três anos objetivando o estudo funcional de genes previamente identificados por nosso grupo como diferencialmente expressos em câncer de mama (Nagai et al., 2003; Nagai et al., 2004; dos Santos et al., 2006; dos Santos et al., 2009). Recentemente, utilizando tissue microarrays (TMAs) contendo um grande número de tumores primários de mama mostramos que a expressão das proteínas PAR-4 e SPARC têm valor prognóstico em câncer de mama (Nagai et al., 2010a; Nagai et al., 2010b). No presente projeto temos por objetivo investigar, in vitro, o papel funcional dos genes PAR-4 e SPARC na sobrevida e sensibilidade de células de câncer de mama ao docetaxel e 5-Fluorouracil. Iremos também avaliar, in vivo, o impacto da expressão do SPARC na célula tumoral e/ou no microambiente, na formação de tumor e na quimiosensibilidade ao docetaxel. Os estudos in vivo serão conduzidos utilizando modelo de camundongos nude SPARC-/-. Os estudos in vitro serão conduzidos utilizando-se sistema de cultura 2D (monocamada celular) e 3D (esferóides em matrigel). Sinais críticos são fornecidos por componentes da MEC para a proliferação, diferenciação e sobrevivência das células epiteliais mamárias. O sistema tridimensional (3D) de cultura de células foi desenvolvido para simular o micro-ambiente encontrado pelas células da glândula mamária in vivo. O modelo de cultura de células em 3D utilizando uma matriz disponível comercialmente, MatrigelTM, derivada de tumor murino Engelbreth-Holm-Swan (EHS) é um modelo já bem estabelecido para o estudo da morfogênese da glândula mamária e já implantado em nosso laboratório para o estudo do papel funcional de oncogenes e genes supressores de tumor na morfogênese mamária (Nagai et al., 2010b). Esse modelo de cultura de células é também uma importante ferramenta para o estudo da ação de drogas em uma condição in vitro que mimetiza de forma mais adequada às condições encontradas pelas células in vivo. Iremos utilizar técnicas de genômica e proteômica para identificar quais vias de sinalização e processos biológicos são regulados por PAR-4 e SPARC. A caracterização de redes gênicas e protéicas associadas à expressão das proteínas PAR-4 e SPARC pode levar a identificação de novos alvos terapêuticos e fornecer dados importantes sobre os mecanismos envolvidos na quimiosensibilidade. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, MICHELLY C.; DE BESSA-GARCIA, SIMONE A.; BURIKHANOV, RAVSHAN; PAVANELLI, ANA CAROLINA; ANTUNES, LOURIVAL; RANGNEKAR, VIVEK M.; NAGAI, MARIA A. Prostate apoptosis response-4 is involved in the apoptosis response to docetaxel in MCF-7 breast cancer cells. International Journal of Oncology, v. 43, n. 2, p. 531-538, AUG 2013. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.