Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de interferentes endócrinos no tratamento de água para abastecimento público por processos de adsorção e nanofiltração

Processo: 10/50739-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Convênio/Acordo: SABESP
Pesquisador responsável:Sidney Seckler Ferreira Filho
Beneficiário:Sidney Seckler Ferreira Filho
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Empresa: Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos (São Paulo - Estado). Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP)
Município: São Paulo
Instituição parceira: Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos (São Paulo - Estado). Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP)
Assunto(s):Tratamento de água  Abastecimento de água  Adsorção (tratamento de água)  Nanofiltração  Carvão ativado 

Resumo

Uma grande variedade de poluentes, presentes em micro ou nano quantidades em águas superficiais, residuárias e de abastecimento tem chamado a atenção da comunidade científica pelos impactos potenciais na saúde humana e no meio ambiente. Essa nova classe de contaminantes recebeu a denominação de interferentes endócrinos, pois podem interferir no funcionamento normal do sistema endócrino humano e de várias espécies de animais. As evidências experimentais têm indicado que estações de tratamento de água convencionais possuem uma reduzida eficiência com respeito a sua remoção da fase líquida e, desta forma, faz-se necessária a adoção de tecnologias de tratamento adicionais sendo que dentre estas as mais promissoras tem sido os processos de adsorção em carvão ativado e processos de membrana, notadamente de nanofiltração e osmose reversa. Este projeto de pesquisa envolve duas linhas de pesquisa distintas; a avaliação do desempenho de sistemas de tratamento de água na remoção de contaminantes orgânicos presentes em baixas concentrações e o desenvolvimento de metodologias analíticas para a detecção e o monitoramento de tais contaminantes. Os processos de tratamento a serem avaliados em escala piloto envolverão adsorção em carvão ativado granular e sistemas de nanofiltração. As unidades deverão ser instaladas na estação de tratamento de água do Alto da Boa Vista (ETA-ABV), sendo a mesma pertencente a SABESP. As técnicas analíticas deverão ser desenvolvidas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, sendo que prevê-se o seu repasse a SABESP. Este melhor conhecimento sobre ambas as técnicas de tratamento permitirão estabelecer os parâmetros de projeto a serem utilizados para o desenvolvimento de novos sistemas de tratamento de água para abastecimento, de forma a garantir a eficiência na remoção de contaminantes específicos e a otimização de recursos humanos e financeiros. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, RAQUEL CARDOSO; GODOY, ALINE ANDRADE; KUMMROW, FABIO; DOS SANTOS, THYAGO LEANDRO; BRANDAO, CARLOS JESUS; PINTO, ERNANI. Occurrence of caffeine, fluoxetine, bezafibrate and levothyroxine in surface freshwater of Sao Paulo State (Brazil) and risk assessment for aquatic life protection. Environmental Science and Pollution Research, JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.