Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomarcadores de fadiga induzida pela quimioterapia para o câncer de mama durante o tratamento com guaraná (Paullinia cupana)

Processo: 10/52036-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Auro del Giglio
Beneficiário:Auro del Giglio
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia  Terapêutica  Neoplasias mamárias  Quimioterapia  Fadiga  Guaraná 

Resumo

Com os avanços no tratamento do câncer, cresce o número de sobreviventes desta doença. Um dos sintomas mais vivenciados por eles é a fadiga, uma sensação crônica de cansaço, exaustão e falta de energia mental e física. Em alguns pacientes, a fadiga persiste mesmo com a correção de distúrbios relacionados (depressão, anemia, hipotireoidismo, alterações do sono). Pacientes com fadiga persistente apresentam alterações no nível de citocinas e marcadores inflamatórios, no eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) e quantidades elevadas de oxidantes. Nosso grupo conduziu um ensaio clínico com pacientes de câncer de mama em quimioterapia que apresentavam fadiga e demonstrou os benefícios do extrato de guaraná (Paulinia cupana). Atualmente não se sabe os efeitos do guaraná na inflamação e no eixo HPA, apenas que o guaraná tem ação anti-oxidante. Portanto, a análise de pacientes fatigadas em tratamento com guaraná permitirá o estudo tanto dos efeitos do guaraná quantos dos mecanismos relacionados à fadiga. Além disso, a fadiga induzida pela quimioterapia pode nos fornecer um modelo in vivo e humano para o estudo de alterações que ocorrem com a aparição da fadiga. Como não existem exames nem tratamentos consagrados para a fadiga, o estudo de marcadores bioquímicos e da expressão gênica do sangue periférico dessas pacientes pode fornecer marcadores úteis. Além disso, como dispomos de um medicamento capaz de atenuar a fadiga, podemos estudar o comportamento dessas proteínas e genes durante seu uso, tanto para avaliar sua utilidade como marcadores, como para entender mecanismos relacionados à doença. O objetivo do estudo é estabelecer biomarcadores para a fadiga relacionada à quimioterapia para tratamento do câncer de mama e estudar o comportamento destes marcadores durante o tratamento com guaraná. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CRUZ, FELIPE M.; MUNHOZ, BRUNA A.; ALVES, BEATRIZ C. A.; GEHRKE, FLAVIA S.; FONSECA, FERNANDO L. A.; KUNIYOSHI, RENATA K.; CUBERO, DANIEL; PEPPONE, LUKE J.; DEL GIGLIO, AURO. Biomarkers of fatigue related to adjuvant chemotherapy for breast cancer: evaluation of plasma and lymphocyte expression. CLINICAL AND TRANSLATIONAL MEDICINE, v. 4, 2015. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.