Busca avançada
Ano de início
Entree

Receptores estrogênicos em células de Sertoli de ratos: importância para a espermatogênese

Resumo

A espermatogênese é um processo altamente complexo controlado por mecanismos endócrinos, parácrinos e autócrinos, que fornecem um microambiente adequado para o seu desenvolvimento. A célula de Sertoli exerce um papel fundamental na interação célula-célula e na síntese de diferentes substâncias essenciais para o desenvolvimento da espermatogênese. Diversos hormônios estão envolvidos na proliferação, diferenciação e regulação da função das células de Sertoli e o papel específico do estrógeno precisa ser melhor explorado nestas células. Estudos recentes do nosso laboratório mostraram a importância da interação do 17ß-estradiol com os clássicos receptores de estrógeno ESR1 e ESR2, na proliferação das células de Sertoli e a participação do receptor acoplado à proteína G, GPER, na regulação da apoptose destas células. A presença e a função de uma isoforma do ESR1, ESR1-36, têm sido mostradas em diferentes células alvo do estrógeno, mas não foram exploradas no testículo. A importância do 17ß-estradiol e seus receptores precisa ser avaliada na diferenciação das células de Sertoli, nas junções entre as células de Sertoli e entre as células de Sertoli e células germinativas. Além disso, os mecanismos intracelulares envolvidos precisam ser também esclarecidos; bem como, a contribuição relativa de cada receptor nos diferentes processos. Os resultados destes estudos poderão contribuir para o melhor entendimento do papel das células de Sertoli na gametogênese masculina e nas causas de infertilidade masculina. Desta forma, o objetivo deste estudo será: 1. avaliar os efeitos do 17ß-estradiol e do G-1, agonista seletivo do GPER, na diferenciação, na expressão e atividade de fatores de transcrição e nas proteínas de junções em células de Sertoli de ratos; 2. identificar a presença do ESR1-36 e sua regulação pelos ERs e GPER nestas células; 3. confirmar a participação de cada receptor na proliferação, diferenciação e sobrevivência das células de Sertoli pelo uso de RNA de interferência, além dos fármacos, agonistas seletivos dos diferentes receptores estrogênicos. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACHERONI, CARLA; GAMEIRO LUCAS, THAIS FABIANA; PORTO, CATARINA SEGRETI. The role of estrogen receptors in rat Sertoli cells at different stages of development. HELIYON, v. 6, n. 11 NOV 2020. Citações Web of Science: 0.
LUCAS, THAIS F. G.; LAZARI, MARIA FATIMA M.; PORTO, CATARINA S. Differential role of the estrogen receptors ESR1 and ESR2 on the regulation of proteins involved with proliferation and differentiation of Sertoli cells from 15-day-old rats. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 382, n. 1, p. 84-96, JAN 25 2014. Citações Web of Science: 24.
SOARES, T. S.; FERNANDES, S. A. F.; LIMA, M. L.; STUMPP, T.; SCHOORLEMMER, G. H.; LAZARI, M. F. M.; PORTO, C. S. Experimental varicocoele in rats affects mechanisms that control expression and function of the androgen receptor. ANDROLOGY, v. 1, n. 5, p. 670-681, SEP 2013. Citações Web of Science: 8.
LUCAS, THAIS F. G.; AMARAL, LUCIANA S.; PORTO, CATARINA S.; QUINTAS, LUIS E. M. Na+/K+-ATPase alpha 1 isoform mediates ouabain-induced expression of cyclin D1 and proliferation of rat Sertoli cells. Reproduction, v. 144, n. 6, p. 737-745, DEC 2012. Citações Web of Science: 15.
ROYER, CARINE; LUCAS, THAIS F. G.; LAZARI, MARIA F. M.; PORTO, CATARINA S. 17Beta-Estradiol Signaling and Regulation of Proliferation and Apoptosis of Rat Sertoli Cells. BIOLOGY OF REPRODUCTION, v. 86, n. 4 APR 2012. Citações Web of Science: 45.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.