Busca avançada
Ano de início
Entree

Acompanhamento de uma coorte de vítimas de violência provenientes de estudo epidemiológico: análise de desfechos relacionados a estruturas cerebrais, genótipos, funções neuropsicológicas e características clínicas

Processo: 10/07432-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2011 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Marcelo Feijó de Mello
Beneficiário:Marcelo Feijó de Mello
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Aline Ferri Schoedl ; Jair Borges Barbosa Neto ; Mariana Kneese Flaks ; Nina Leão Marques Valente
Bolsa(s) vinculada(s):11/08461-1 - Acompanhamento de coorte de vítimas de violência provenientes de estudo epidemiológico: fatores de risco clínicos, imagem estrutural, genéticos e avaliação neuropsicológica, BP.TT
11/08698-1 - Acompanhamento de coorte de vítimas de violência provenientes de estudo epidemiológico. fatores de risco clínicos, imagem estrutural, genéticos e avaliação neuropsicológica, BP.TT
Assunto(s):Violência  Transtornos de estresse pós-traumáticos  Fatores de risco 

Resumo

Neste estudo faremos uma avaliação de seguimento (follow-up) de uma coorte formada em 2008, a partir de vítimas de violência intencional provenientes de um estudo epidemiológico na cidade de São Paulo, que desenvolveram (casos n=43) ou não (controles n=101) um transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), e 81 casos com TEPT que procuraram espontaneamente o ambulatório do programa de atendimento e pesquisa em violência (PROVE) e 42 vítimas de violência que não desenvolveram TEPT (casos controle). Uma amostra com dois tipos de portadores de TEPT, com demanda espontânea e ao acaso (esta última mais os controles uma amostra "nested-based"), permitindo comparações intraamostrais. No total temos então 267 indivíduos sendo 124 casos e 143 controles. Todos os indivíduos realizaram, há no máximo dois anos, bateria de avaliação referente a estudo de caso controle, com avaliações sociodemográficas, clínicas, antecedentes de história de abuso, subamostras avaliações volumétricas de regiões cerebrais através de ressonância magnética, avaliações de funções neuropsicológicas, avaliações do funcionamento do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, avaliações de genes candidatos (BDNF, receptores de glicocorticóides, sistemas dopaminérgicos, serotoninérgicos) e estudo de imagens cerebrais do transportador de dopamina utilizando o SPECT como radio traçador [99MTC]TRODAT-1. Os indivíduos portadores de TEPT receberam tratamento padronizado, segundo guias de conduta internacionais no ambulatório do PROVE. Neste estudo pretendemos reavaliar após ao menos 2 anos da entrada do paciente no estudo de caso controle, todos os pacientes desta coorte, para observar dados relacionados à evolução dos mesmos, como remissão, recaídas, mortes, não aderência ao tratamento e suas razões, óbitos, assim como reavaliar o funcionamento mental através de avaliação neuropsicológica. Esta avaliação de seguimento de uma coorte, nascida de um "nested case control", acreditamos que vai produzir dados de grande originalidade e relevância. Serão comparados os resultados desta coorte com os casos da amostra de procura espontânea que realizaram as avaliações psicométricas, clínicas e biológicas e serão também reavaliados, pelos mesmos procedimentos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PUPO, MARIANA CADROBBI; SERAFIM, PAULA MARIA; DE MELLO, MARCELO FEIJO. Health-related quality of life in posttraumatic stress disorder: 4 years follow-up study of individuals exposed to urban violence. PSYCHIATRY RESEARCH, v. 228, n. 3, p. 741-745, AUG 30 2015. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.