Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da osteotomia dupla ou tripla da pelve sobre variáveis pélvicas e articulares em cadáveres caninos

Processo: 10/17852-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2011 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:André Luis Selmi
Beneficiário:André Luis Selmi
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Pesq. associados:João Guilherme Padilha Filho
Assunto(s):Cirurgia veterinária  Cães 

Resumo

A displasia coxofemoral é afecção que acomete animais em crescimento, resultante de instabilidade e má formação da articulação coxofemoral, ocasionando distúrbio biomecânico entre a cabeça femoral e o acetábulo, e levando a doença articular degenerativa de caráter progressivo. O tratamento envolve diversas técnicas cirúrgicas, divididas em paliativas e de prevenção, sendo que estas últimas objetivam minimizar a evolução da doença articular degenerativa. Entre as técnicas preventivas são descritas a osteotomia tripla da pelve (OTP) e mais recentemente, a osteotomia dupla da pelve (ODP). Os efeitos da OTP sobre variáveis articulares e pélvicas em cães são bem estabelecidos, entretanto, as possíveis alterações causadas pela ODP são ainda objeto de estudo, bem como são desconhecidos os efeitos do emprego de placas bloqueadas na fixação do segmento ilíaco. Serão avaliadas dezoito pelves de cadáveres de cães adultos, não displásicos, divididos em três grupos com seis pelves: GI, ambas hemipelves submetidas à ODP, porém a hemipelve esquerda fixada por meio de placas bloqueadas e parafusos bloqueadores, e a hemipelve direita fixada pelo conjunto de placa bloqueada e parafusos convencionais; GII, onde será realizada ODP na hemipelve esquerda e OTP na hemipelve direita, sendo que ambos os lados serão fixados por meio da associação de placas bloqueadas e parafusos convencionais, e GIII, onde serão realizadas OTP bilateralmente, sendo a hemipelve esquerda fixada pelo conjunto placa bloqueada e parafuso bloqueador, e a hemipelve direita fixada pelo conjunto de placa bloqueada e parafusos convencionais.Serão avaliados os efeitos da OTP e ODP em pelves de cadáveres caninos normais, especialmente a porcentagem de cobertura da cabeça femoral, o ângulo de Norbert, a largura pélvica dorsal, ventral e acetabular, e distância da tuberosidade isquiática, obtidos por meio de radiografia, e o grau de rotação do segmento acetabular, obtido por meio de imagem fotográfica. Ainda, os efeitos do bloqueio do conjunto placa-parafuso serão comparados com aqueles da utilização de parafusos convencionais para osso cortical na fixação do segmento ilíaco. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.