Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de doença arterial coronariana em pacientes com bloqueio do ramo esquerdo: um novo paradigma para a angiotomografia coronariana através da avaliação anatômica e perfusional

Processo: 10/15584-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2011 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Radiologia Médica
Pesquisador responsável:José Rodrigues Parga Filho
Beneficiário:José Rodrigues Parga Filho
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Aterosclerose  Doença da artéria coronariana  Tomografia 

Resumo

Os pacientes portadores de bloqueio de ramo esquerdo (BRE) cuja etiologia seja a doença arterial coronariana (DAC), têm sua investigação diagnóstica prejudicada devido à "interferência" que este bloqueio oferece aos testes funcionais como o teste ergométrico e a cintilografia de perfusão miocárdica, e usualmente a cineangiocornariografia é solicitada para confirmação diagnóstica de DAC nestes pacientes. Portanto, com o uso da tomografia coronariana com múltiplos detectores (TCMD), propomos a avaliação funcional e anatômica no mesmo exame. Deste modo, os pacientes em investigação para DAC e portadores de BRE, de acordo com critérios eletrocardiográficos, serão provenientes do setor de medicina nuclear do Instituto do Coração-INCOR tendo realizado da cintilografia de perfusão miocárdica com estresse farmacológico, e posteriormente encaminhados ao setor de tomografia cardiovascular do INCOR para realização do escore cálcio, angiotomografia coronariana e perfusão miocárdica com dipiridamol. As obstruções coronarianas e os defeitos perfusionais na angiotomografia coronariana serão comparados com os defeitos perfusionais na cintilografia de perfusão miocárdica, assim como os achados da cinecoronariografia. Assim sendo, a angiotomografia coronariana poderia ser fundamental na redução de custos, na avaliação dos eventuais exames inconclusivos da cintilografia miocárdica, na diminuição da radiação emitida pelos métodos complementares como a cintilografia e a cineangiocoronariografia e ainda, evitando procedimentos invasivos desnecessários e com maiores riscos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.