Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade antioxidante e antiinflamatória tópica, toxicologia e química do gengibre Zingiber officinale Roscoe (Zingiberaceae)

Processo: 06/56620-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Ricardo Gomide Woisky do Rio
Beneficiário:Ricardo Gomide Woisky do Rio
Empresa:A & C Laboratórios Ltda. - EPP
Município: Taboão da Serra
Bolsa(s) vinculada(s):06/60464-7 - Atividade antioxidante e anti-inflamatória tópica, toxicologia e química do gengibre Zingiber officinale Roscoe (Zingiberaceae), BP.PIPE
Assunto(s):Cosméticos  Toxicologia  Produtos naturais  Gengibre 

Resumo

Popularmente, o gengibre é utilizado para combater dispepsias, inapetência e cólicas, insônia, aumento de longevidade. Os rizomas frescos ralado do Zingiber officinale Roscoe (Zingiberaceae) também são utilizados na preparação de compressas revulsivas sendo aplicado localmente para o tratamento de dores causadas por traumatismos. A utilização de insumos naturais em cosméticos adquiriu tal importância na atualidade que tornou-se praticamente imprescindível sua utilização nas formulações, notadamente as chamadas de "cosméticos de tratamento" ou cosmecêuticos, os quais incluem os dermocosméticos hidratantes, com ação antiinflamatória e antidioxidante. Dentre as várias atividades farmacológicas do gengibre destacam-se a antiinflamatória e a ação antioxidante e há fortes indícios do potencial uso do gengibre como produto cosmético, constituindo-se numa novidade no mercado, com a vantagem de se ter um grande oferta de matéria-prima de qualidade, fator crítico no uso industrial de produtos naturais. Serão realizados ensaios farmacológicos e toxicológicos iniciais e análise química do gengibre tendo como finalidde a comprovação de sua atividade antiirritante tópica e antioxidante, visando a obtenção de produto consmético com finalidade protetora da pele (pós-depilação, pós-barba, pós-sol) e anti-celulite. Este projeto tem por objetivo verificar, com extratos de gengibre (Zingiber officinale Roscoe): a ação antiirritante tópica em modelos experimentais agudos e subcrônicos; ação antioxidante in vitro; toxicidade pré-clínica, ensaios agudos; atividade de amostras oriundas de região litorânea e de planalto; atividade de diferentes métodos de extração visando a otimização da ação farmacológica e minimização de possível toxicidade; perfil fitoquímico inicial e padronizar através de um marcador químico. (AU)