Busca avançada
Ano de início
Entree

Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares

Processo: 10/19417-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2011 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Agnieszka Joanna Pawlicka Maule
Beneficiário:Agnieszka Joanna Pawlicka Maule
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Células solares  Dispositivos eletrocrômicos  Eletrólitos poliméricos 

Resumo

O presente projeto propõe a obtenção e caracterização de eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) (PVB), sua aplicação em dispositivos eletrocrômicos e células solares além de estudo fundamental sobre os mecanismos de condução nos eletrólitos e coloração/descoloração dos dispositivos.O projeto consiste no preparo de membranas à base de PVB, transparentes e com boa adesão às superfícies de vidro, com propriedades de condução iônica para aplicações tecnológicas, tais como, dispositivos eletrocrômicos e células solares. Para atingir os objetivos desta proposta, primeiramente os filmes serão obtidos através da adição de sais de lítio, como exemplo, LiClO4 ou LiI/I2 e sem adição de plastificantes. Não obtendo bons valores de condutividade as membranas serão feitas através de processos de plastificação do PVB com ftalato de octila ou etileno glicol, entre outros.A caracterização das membranas condutoras iônicas será feita utilizando-se as técnicas básicas de caracterização de materiais tais como: análises térmicas (DSC, DTA, TG), análises estruturais (Raios X), medidas óticas (IR, UV-Vis), visualização da superfície das amostras através de microscopia eletrônica de varredura com as análises químicas acopladas (EDX) e a mais importante, medida de condução iônica por impedância complexa. Na seqüência as melhores amostras serão aplicadas em dispositivos eletrocrômicos e células solares e serão feitas as avaliações de funcionamento dos mesmos, através de medidas de transmitância (índice de contraste), número de ciclos de coloração/descoloração, tempo de memória, no caso de dispositivos eletrocrômicos e eficiência eletroquímica no caso de células solares. Os resultados obtidos serão também usados para estudos de mecanismos de condução iônica nesse tipo de eletrólitos, através de análise de dados de constante dielétrica, módulo elétrico e valores de número de transferência no caso das amostras contendo sais de lítio. Esses resultados serão correlacionados com os resultados obtidos com as análises de dispositivos eletrocrômicos para explicar os mecanismos de coloração e descoloração. (AU)