Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade de microcrustáceos de água doce em campos rupestres

Resumo

Esta proposta visa à ampliação do conhecimento sobre a biodiversidade brasileira em ambientes de campos rupestres. Para tanto, a construção desse conhecimento será baseada sobre as informações taxonômicas já existentes e, principalmente, as informações que serão levantadas acerca da diversidade morfológica de microcrustáceos de água doce (nível interespecífico, intraespecífico e supra específico). O levantamento concomitante de dados ecológicos ambientais in situ e em laboratório permitirá o levantamento de hipóteses explicativas para alguns padrões e processos relacionados à biodiversidade de microcrustáceos de cada um dos diferentes ambientes amostrados nos diversos campos rupestres selecionados para investigação. Adicionalmente, pretendemos mapear a diversidade dos táxons de microcrustáceos pouco ou razoavelmente conhecidos, porém bastante diversos, como os Copepoda das ordens Calanoida, Cyclopolda e, principalmente, Harpacticoida (neste último grupo, as famílias Parastenocarididae, Canthocamptidae e Phyllognatopodidae), Syncarida Bathynellaceae, Conchostraca, Cladocera e Ostracoda, dentre outros, e confrontrar esses padrões de distribuição de diversidade taxonômica e filogenética com variáveis explicativas potenciais como: a) distância entre campos rupestres; b) a orogênese das bacias hidrográficas brasileiras; c) a presença de divisores de bacias hidrográficas, e d) ocorrência de campos rupestres em diferentes ecorregiões de água doce que, em alguns casos, podem englobar mais de uma bacia hidrográfica. Constituir-se-ão uns dos objetivos principais deste trabalho, o mapeamento e o monitoramento sistemático das alterações das paisagens e de seus usos, através de fotografias e da aplicação de relatórios de avaliação ecológica rápida que, nesse último caso, serão adequados para os tipos de ambientes aquáticos presentes em campos rupestres. Sendo assim, pretendemos que, com o levantamento local da biodiversidade, o mapeamento local e regional da sua distribuição, aliados ao levantamento de dados ecológicos, físicos e químicos, além do teste de hipótese relacionado aos padrões geográficos e geológicos vigentes, possamos, ao final, oferecer ferramentas bioindicadoras e patamares de referência para cada ambiente amostrado. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUSA, FRANCISCO DIOGO R.; ELMOOR-LOUREIRO, LOURDES M. A.; MAIA, SARAH SOUZA; PANARELLI, ELIANA A. More than just the number of denticles: morphometric and limb variability Neotropical cladoceran Alonella dadayi (Crustacea: Cladocera: Chydoridae). Zootaxa, v. 4759, n. 2, p. 287-299, APR 2 2020. Citações Web of Science: 0.
FRANCISCO DIOGO ROCHA SOUSA; LOURDES MARIA ABDU ELMOOR-LOUREIRO. Identification key for the Brazilian species and subspecies of the family Ilyocryptidae (Crustacea, Branchiopoda, Anomopoda). Papéis Avulsos de Zoologia (São Paulo), v. 59, p. -, 2019.
PANARELLI, ELIANA A.; KAWAMURA, HELEN A. O.; ELMOOR-LOUREIRO, LOURDES M. A.; SOUSA, FRANCISCO D. R.; CORGOSINHO, PAULO H. C.; PREVIATTELLI, DANIEL; ROCHA, CARLOS E. F. Life history of Karualona muelleri (Richard, 1897) (Chydoridae, Aloninae). JOURNAL OF LIMNOLOGY, v. 78, n. 3, p. 323-335, 2019. Citações Web of Science: 0.
SOUSA, FRANCISCO DIOGO R.; ELMOOR-LOUREIRO, LOURDES M. A.; PANARELLI, ELIANA A. The amazing diversity of the genus Monospilus Sars, 1862 (Crustacea: Branchiopoda: Aloninae) in South America. Zootaxa, v. 4242, n. 3, p. 467-492, MAR 13 2017. Citações Web of Science: 5.
CORGOSINHO, PAULO H. C.; SCHIZAS, NIKOLAOS V.; PREVIATTELLI, DANIEL; FALAVIGNA DA ROCHA, CARLOS E.; DOS SANTOS-SILVA, EDINALDO NELSON. A new genus of Parastenocarididae (Copepoda, Harpacticoida) from the Tocantins River basin (Goias, Brazil), and a phylogenetic analysis of the Parastenocaridinae. ZOOSYSTEMATICS AND EVOLUTION, v. 93, n. 1, p. 167-187, 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.