Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do xarope da uva no câncer colorretal: estudo em ratos Wistar

Processo: 10/16024-8
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2011 - 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Nora Manoukian Forones
Beneficiário:Nora Manoukian Forones
Instituição Sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Celina Tizuko Fujiyama Oshima ; Roseane Mendes Silva ; Vanessa Maria de Lima Pazine
Assunto(s):Gastroenterologia  Neoplasias colorretais  Antineoplásicos  Compostos fenólicos  Ciclo-oxigenase 2  Uva 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:azoxymethano | câncer colorretal | Cox-2 | ratos Wistar | Uva | Gastroenterologia

Resumo

O câncer colorretal ocupa o terceiro lugar em incidência mundial em ambos os sexos e a segunda causa em países desenvolvidos. Em pacientes oncológicos a desnutrição é uma complicação frequente em consequência da produção de citocinas pelo próprio tumor e dos tratamentos cirúrgicos, quimio e/ou radioterápicos. O tratamento preventivo, dirigido ao consumo de alimentos que tenham propriedades anti-neoplásicas, podem ajudar na diminuição destes índices. A uva é uma fruta largamente investigada na prevenção de doenças cardio-vasculares e recentemente em pesquisas com câncer. A quantidade de fenólicos presentes na uva tem múltiplos efeitos biológicos, tais como atividade antioxidante, antiinflamatória antimicrobiana e anticarcinogênica. O resveratrol uma das substâncias existentes nessa fruta tem propriedades antiinflamatórias podendo atuar na inibição da produção de COX-2. Essa situação nos remete a uma investigação para detectar a eficácia do Xarope da uva no câncer colorretal, na displasia e no câncer já presente. O intuito desta pesquisa experimental é mostrar a eficácia das possíveis propriedades existentes na uva no câncer colorretal. Objetivo: Avaliar os efeitos do xarope de uva no câncer de cólon induzido em ratos wistar, através do estudo da alteração oxidativa do DNA e da expressão da Cox-2. Material e Métodos: Serão utilizados 50 ratos machos com idade de 8-10 semanas com peso aproximadamente de 250-300g, divididos em 5 grupos (n=10 animais cada), onde o grupo controle SHAM receberá solução salina. No grupo experimental todos receberão azoxymethane (AOM) 15mg/kg por peso corporal 1 vez por semana por 2 semanas e divididos em 3 grupos: G-O2 que após receber AOM não receberá tratamento, G-03 após 1 semana da última aplicação de AOM serão tratados com xarope de uva a 1% a cada 2 dias, G-04 após 1 semana da última aplicação de AOM serão tratados com 2% de xarope de uva a cada 2 dias e no G-05 serão tratados com xarope de uva a 2% sem receber tratamento com AOM. Na mucosa normal e na danificada será realizado o ensaio do cometa (analise pelo gel de célula única) com finalidade de avaliar e detectar danos no DNA. A expressão da COX-2 será estudada por imuno-histoquímica e pela expressão gênica, a avaliação das reações será semi-quantitativa e os resultados serão medidos por um sistema de escore, baseado na intensidade e no percentual de células positivas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)