Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão gênica da interleucina 28b (IL-28B) em pacientes monoinfectados pelo HCV e coinfectados HCV/HIV na semana 4 de tratamento anti-HCV

Processo: 10/19291-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Shirley Cavalcante Vasconcelos
Beneficiário:Shirley Cavalcante Vasconcelos
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Dagmar Kiesslich ; João Renato Rebello Pinho ; Ricardo Sobhie Diaz ; Sabri Saeed Mohamed Ahmed Al-Sanabani
Assunto(s):Infectologia  Vírus da hepatite C  Coinfecção  HIV-1  Polimorfismo de um único nucleotídeo  Expressão gênica  Interleucinas 

Resumo

Atualmente, o melhor tratamento para a infecção crônica pelo Vírus da Hepatite C (HCV) é realizado por meio da administração de interferon-alfa peguilado (PEG-IFN-±) combinado com ribavirina (RBV). Nessa última década, pesquisas mostraram que fatores epidemiológicos, virais e principalmente do hospedeiro possuem grande influência na cura ou progressão de infecções virais, com ou sem a presença de tratamento. No caso do HCV não foi diferente. Isto tem sido verificado naqueles indivíduos infectados pelo HCV que apresentam resposta e cura sem a intervenção de medicamentos. Pesquisas recentes mostraram que polimorfismos em um único nucleotídeo (SNP - single nucleotide polymorphism) no cromossomo 19, mais especificamente no gene que codifica a interleucina 28B (IL-28B), também conhecido como interferon-lambda tipo 3 (IFN-»-3), estão associados com a resposta ou falha virológica em pacientes infectados cronicamente pelo HCV. O SNP rs12979860 de 3 kilobases localizado acima do gene que codifica a IL-28B, esta associado com a cura espontânea sem tratamento e com a cura após tratamento preconizado de 48 semanas com administração semanal de PEG-IFN-± mais Ribavirina. Também foi observado que este SNP é mais frequente na população européia do que na população africana, explicando as melhores taxas de resposta virologica sustentada (RVS) entre europeus comparada com as observadas em africanos, sugerindo assim que descendentes europeus possuem maior probabilidade de cura ou RVS do que descendentes africanos. O objetivo principal do trabalho é comparar as medidas de expressão gênica da IL-28B entre os indivíduos HCV monoinfectados e HCV/HIV-1 coinfectados, que apresentarem o SNP rs12979860, aqueles que não apresentarem e indivíduos sadios. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.