Busca avançada
Ano de início
Entree

Estigma internalizado entre dependentes de álcool e drogas em tratamento

Processo: 10/52396-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Ana Regina Noto
Beneficiário:Ana Regina Noto
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos relacionados ao uso de substâncias 

Resumo

A dependência de drogas é considerada uma das condições de saúde mais estigmatizantes. Os estudos sobre o tema têm privilegiado a perspectiva dos agentes estigmatizadores. No entanto, no que se refere às consequências negativas para os indivíduos estigmatizados, o principal impacto é a internalização do estigma, o qual raramente é estudado. Este projeto de pesquisa se divide em dois estudos: o primeiro tem por objetivo avaliar a relação entre estigma internalizado e características psicossociais dos dependentes de substâncias ao procurarem tratamento para esta condição; e, o segundo, avaliar a relação entre estigma internalizado, entre pacientes dependentes de álcool e outras drogas, ao longo de um processo terapêutico de base cognitivo-comportamental. (AU)