Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro e in vivo

Processo: 10/12032-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2011 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Camila Tirapelli
Beneficiário:Camila Tirapelli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Edgar Dutra Zanotto ; Heitor Panzeri ; Oscar Peitl Filho
Bolsa(s) vinculada(s):12/08312-9 - Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro e in vivo, BP.TT
11/07039-4 - Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro e in vivo, BP.TT
Assunto(s):Estética dentária  Clareamento de dente  Peróxido de carbamida  Peróxido de hidrogênio  Esmalte dentário  Remineralização dentária 

Resumo

O objetivo deste projeto é avaliar comparativamente, in vitro e in vivo, o efeito de agentes clareadores, peróxido de carbamida 16% (T1) e peróxido de hidrogênio 35% (T2) usados conjuntamente com os agentes dessensibilizantes / remineralizantes: dentifrício Sensodyne® (D1); dentifício experimental com 7,5% de micro-partículas de Biosilicato® (D2); dentifício Odontis RX® (D3); dentifício Sorriso® (D4); pasta experimental com micro-partículas de Biosilicato® (D5); Desensebilize Nano P (D6); pasta experimental com micro-partículas de bioglass tipo 45S5 (D7); água destilada (GC); considerando os grupos experimentais: T1/D1; T1/D2; T1/D3; T1/D4; T1/D5; T1/D6; T1/D7; T1/GC e T2/D1; T2/D2; T2/D3; T2/D4; T2/D5; T2/D6; T2/D7; T2/GC. No estudo in vitro, medidas de microdureza, rugosidade superficial e imagens em microscopia eletrônica de varredura (MEV) serão feitas em amostras de dentina e esmalte dental bovino (4x4x3mm; n=10 por grupo) antes e após o tratamento com os géis clareadores (T1= 14 dias/ 04 horas dia; T2=sessão única) e os produtos dessensibilizantes/remineralizantes. No estudo in vivo, voluntários (n=10 por grupo) terão a hipersensibilidade dentinária (HD) avaliada por meio de escala visual análoga, antes do início dos tratamentos (T1 e T2) e durante os 14 dias sequentes (1º, 3º, 7º, 10 º e 14º dia) em que os agentes dessensibilizantes/remineralizantes (no estudo in vivo não haverá grupo controle) estiverem sendo aplicados. Os dados colhidos serão analisados intra e inter-gupos, estatisticamente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINTADO-PALOMINO, KAREN; VASCONCELOS BARROS DE ALMEIDA, CECILIA VILELA; GONCALVES DA MOTTA, RAPHAEL JURCA; PARISE FORTES, JOAO HENRIQUE; TIRAPELLI, CAMILA. Clinical, double blind, randomized controlled trial of experimental adhesive protocols in caries-affected dentin. CLINICAL ORAL INVESTIGATIONS, v. 23, n. 4, p. 1855-1864, APR 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.