Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema para medição de oxigênio dissolvido por meio de microssensores

Processo: 09/52957-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de abril de 2011 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas, Instrumentação
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Silveira
Beneficiário:Paulo Eduardo Silveira
Empresa:Paulo Eduardo Silveira - ME
Município: São Carlos
Vinculado ao auxílio:06/56457-5 - Desenvolvimento de sistema para medição de oxigênio dissolvido por meio de microsensores, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):11/09123-2 - Sistema para medição de oxigênio dissolvido por meio de microssensores, BP.TT
Assunto(s):Biotecnologia  Biofilmes  Oxigênio  Microssensores 

Resumo

Este documento representa uma revisão do projeto apresentado como proposta para FASE I, com base no sucesso obtido no aprimoramento das técnicas para construção de microssensores baseado na tecnologia aplicada pelo Laboratório de Microssensores da Escola de Engenharia de São Carlos – USP (LMEESC – USP), bem como, no desenvolvimento de sistema eletrônico e software que foram construídos para prova de conceito. Assim, foram realizadas medições de oxigênio dissolvido (OD) com microssensores, disponibilizando ao usuário micro perfis de difusividade do gás para a exploração de micro estruturas que, com o uso de macro sensores disponíveis no mercado nacional, seria impossível de se obter. Além disso, o projeto visa à produção de microssensores para aplicações comuns em substituição a macro sensores de maneira a oferecer inúmeras vantagens aos usuários. A proposta foi reavaliada durante o projeto (FASE I) realizado para a construção do protótipo eletrônico destinado à prova de conceito e sobre os métodos de fabricação de microssensores, hoje em uso no LMEES-USP. O projeto consiste na construção de microssensores de oxigênio dissolvido com base na tecnologia dos eletrodos do tipo Clark, lançando mão de tecnologia própria, desenvolvida a partir dos resultados obtidos na FASE I do projeto. A necessidade dos estudos já concretizados vem do elevado grau de dificuldade na manufatura de tais dispositivos, dado a diminuta estrutura externa e interna que agrega componentes microscópicos estrategicamente posicionados. Por isso, o elevado número de perdas durante o processo construtivo que exige mão de obra especialmente treinada vem a dificultar a disseminação dessa tecnologia no mundo todo e principalmente no Brasil, apesar das atraentes possibilidades que microssensores oferecem à profissionais de enumeras áreas da ciência como medicina, indústria de alimentos, odontologia, indústria farmacêutica, limnologia e engenharia ambiental. Basicamente, os objetivos deste projeto estão bem focados e definidos, por se tratar do desenvolvimento de equipamento específico, com características de produto comercial que mede concentrações de oxigênio dissolvido (Oxímetro). Para tanto, ao final da FASE II será obtido protótipo do SISTEMA PARA MEDIÇÃO DE OXIGÊNIO DISSOLVIDO POR MEIO DE MICROSSENSORES que ao final da FASE II (financiada pela empresa) será comercializado. (AU)