Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de metodologia rápida, sensível e isenta de solventes para análise de contaminantes voláteis e semi-voláteis em matrizes ambientais

Processo: 10/12095-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Igor Renato Bertoni Olivares
Beneficiário:Igor Renato Bertoni Olivares
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Marcos Roberto de Vasconcelos Lanza
Assunto(s):Toxicidade  Poluentes da água  Meio ambiente  Microextração em fase sólida 

Resumo

Contaminantes voláteis e semi-voláteis são cada vez mais motivo de preocupação devido à grande toxicidade destes compostos e sua presença cada vez mais abundante no meio ambiente. Esta preocupação levou a elaboração de diferentes legislações (de âmbito nacional e internacional) que estabelecem limites máximos destes compostos em matrizes ambientais como águas subterrâneas, solo, sedimento, água potável, efluentes entre outros. A preocupação ambiental no monitoramento destes compostos também esta ligada as questões de saúde pública, uma vez que estes contaminantes podem se bioacumular e biomagnificar na cadeia alimentar, motivo este que leva muitos países estabelecerem limites de tolerâncias para estes compostos em alimentos, como por exemplo, para compostos organoclorados em pescado. Devido a suas características, geralmente estes contaminantes são analisados por Cromatografia Gasosa após serem extraídos da matriz por alguma técnica de extração adequada. Entre as diferentes técnicas de extração para este fim, algumas características são desejáveis, como a pequena utilização de solvente (gerando menos resíduos), alta sensibilidade (para atingir baixos limites de detecção visando avaliar o atendimento aos limites máximos destes compostos em matrizes ambientais) e rapidez. Entre os métodos de extração que melhor atendam estas características destacam-se os métodos de microextração em Headspace. Considerando que estes métodos de microextração visam analisar uma grande diversidade de analitos, para atender as características supracitadas, a adequação desta técnica para análise de contaminantes voláteis e semi-voláteis em matrizes ambientais se faz necessária, visando assim monitorar adequadamente estes contaminantes de grande interesse ambiental através de uma metodologia rápida, sensível e isenta de solventes. (AU)