Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das comunidades microbianas envolvidas na biodegradação da blenda poli (e-caprolactona) / amido de milho modificado / proteína isolada de soja em diferentes solos

Processo: 10/19848-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Beneficiário:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Claudia Barros Monteiro Vitorello ; Lucia Helena Innocentini Mei ; Pilar Drummond Sampaio Corrêa Mariani
Bolsa(s) vinculada(s):11/07355-3 - Estudo das comunidades microbianas envolvidas na biodegradação da blenda poli (e-caprolactona)/amido de milho modificado/proteína isolada de soja em diferentes solos, BP.TT
Assunto(s):Microbiologia do solo  Diversidade microbiana  Biodegradação  Polímeros biodegradáveis  Blendas  Reação em cadeia por polimerase (PCR)  Eletroforese em gel de gradiente desnaturante 

Resumo

O desenvolvimento de polímeros biodegradáveis tem sido objeto de pesquisa de diferentes áreas com ênfase nas questões ambientais. Plásticos que apresentam altos teores de matéria-prima de fonte renovável e potencial biodegradável vêm ganhando cada vez mais espaço na substituição de embalagens descartáveis, tubetes para plantio de mudas e filmes (mulches) agrícolas, principalmente nos países desenvolvidos. As blendas à base de poli (e-caprolactona) e amido são um exemplo desses materiais. Sabe-se que materiais contendo poli (e-caprolactona) possuem biodegradação acelerada; no entanto, o local onde este é disposto é decisivo no processo de biodegradação. Como a biodegradação é um processo que resulta da ação enzimática de microrganismos sobre o material em decomposição, para entendê-la é necessário compreender as interações entre os microrganismos e os plásticos biodegradáveis. Em trabalhos anteriores desenvolvidos pelo grupo de pesquisa formado pela Profa. Elke Cardoso (ESALQ/USP) e Profa. Lucia Mei (UNICAMP) verificou-se grande diferença na mineralização da blenda de poli (e-caprolactona)/amido de milho modificado/proteína isolada de soja em solos de diferentes texturas. Dentro deste contexto, o presente projeto tem como objetivo dar continuidade ao estudo da biodegradação da blenda visando à compreensão das possíveis interações entre textura do solo, mineralização e diversidade microbiana. Pretende-se investigar as alterações na diversidade microbiana de dois solos em função da biodegradação da blenda à base de poli (e-caprolactona)/amido de milho modificado/proteína isolada de soja e da adição de N-fertilizante. Para tanto, amostras da blenda serão submetidas a um ensaio de biodegradação em dois solos de texturas diferentes, com e sem adição de fosfato de amônio. Serão utilizadas as técnicas de PCR-DGGE (Reação de Polimerização em Cadeia-Eletroforese em Gel com Gradiente Desnaturante) e sequenciamento de DNA para avaliação das modificações na comunidade microbiana dos solos. (AU)