Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do processamento do milho e sua substituição por polpa de citros peletizada sobre digestão de nutrientes, parâmetros ruminais produção e composição do leite, em vacas de leite de alta produção

Processo: 97/14066-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 1998 - 30 de abril de 2000
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Flávio Augusto Portela Santos
Beneficiário:Flávio Augusto Portela Santos
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Digestão animal  Rúmen  Bovinocultura leiteira  Produção animal  Vacas  Milho  Amido  Floculação  Citrus  Frutas cítricas  Polpa (fruto) 

Resumo

Neste trabalho pretende-se comparar o efeito do processamento do milho e a sua substituição parcial e/ou total por polpa de citros peletizada, na digestibilidade de nutrientes, fluxo de proteínas para o intestino e desempenho durante a lactação de vacas holandesas de alta produção em dietas a base de silagem de milho. O modelo estatístico aplicado será um Quadrado Latino 5x5. O volumoso da dieta será silagem de milho (52,80% da matéria seca da dieta), a qual é normalmente empregada no Brasil em dietas para vacas de leite de elevado potencial de produção. As dietas serão isoprotéicas, variando-se apenas as fontes de amido e as taxas de substituição das mesmas por polpa de citros peletizada. Os tratamentos serão: 1) Milho moído fino (MMF); 2) Milho floculado (MF 360)(360 g/l); 3) Milho moído fino (MMF) + Polpa de citros peletizada (PCP); 4) Milho floculado (MF 360) (360 g/l) + Polpa de citros peletizada (PCP); 5) Polpa de citros peletizadas (PCP). Os resultados obtidos nos fornecerão subsídios para melhor manipular as fontes de amido, com diferentes degradabilidades ruminais, como também, a inclusão de polpa de citros peletizada nas dietas. O objetivo é maximizar a atividade ruminal de vacas leiteiras e assim aumentar a disponibilidade de energia e proteína para a síntese de leite. (AU)