Busca avançada
Ano de início
Entree

Vsevolod Meyerhold e o ator do futuro: movimento, voz e emoção. In-fluxos entre abordagens artísticas e científicas

Processo: 10/20792-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2011 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Pesquisador responsável:Yedda Carvalho Ribera
Beneficiário:Yedda Carvalho Ribera
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Representação (artes)  Neurofisiologia  Psicologia experimental 

Resumo

A presente pesquisa trata do ator, sua formação e os processos de composição segundo duas linhas de pesquisas que interagem: a estética e a científica. No que tange ao desenvolvimento técnico psicofísico do ator, tendo como ponto de partida o ator meyerholdiano, sabe-se que à abordagem estética com aspectos como voz, palavra cênica, rítmica, movimento cênico, dança, comedia dell'arte, esgrima soma-se uma abordagem ainda pouco explorada, a científica. O objetivo é focalizar sobre os estudos realizados por Meyerhold no campo da neurofisiologia russa e da psicologia experimental americana. Os resultados obtidos na pesquisa realizada para o doutorado (CAPES-França) e um ano de pós-doutorado (FAPESP-Brasil) foram originais e demonstraram que os estudos das teorias de V. Bekhterev e de W. James foram considerados por Meyerhold como matrizes fundamentais na integraçao entre corpo e mente do "homem-ator". Para esta nova etapa pretendo aprofundar as relações de Meyerhold com V. Bekhterev assim como com o psicólogo W. James, nos procedimentos artísticos que envolvem leis de precisão, decisão e adaptação, as quais são susceptíveis de aprofundar o percurso que vai do movimento expressivo do corpo e da voz à emoção. Relacionarei também tais aspectos da abordagem científico-artística meyerholdiana sobre a interação entre corpo e mente com as metodologias de trabalho de artistas contemporâneos, tais como Eugenio Kusnet, Jerzy Grotowski e Bob Wilson. O objetivo será, assim, identificar os procedimentos poéticos e os princípios performativos do ator no teatro de Meyerhold que conectam a experiência histórica do ator à experiência contemporânea, permitindo dessa forma um mapeamento de tais reflexões e práticas artísticas quanto ao trabalho do ator sobre a relação entre movimento e emoção. Além disso, as pesquisas em questão serão vistas à luz dos mais recentes estudos neurocientíficos. A presença de James nas experiências e estudos sobre a emoção dos cientistas Antonio Damásio e Alain Berthoz constituem não somente uma atualização da referência utilizada por Meyerhold, como também uma contribuição importante para as teorias que reivindicam o papel exercido pelos processos cognitivos em integração com o corpo. (AU)