Busca avançada
Ano de início
Entree

Adubação NPK e crescimento, produção e estado nutricional de mudas certificadas de citros

Processo: 98/03046-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 1998 - 30 de junho de 1999
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Quirino Augusto de Camargo Carmello
Beneficiário:Quirino Augusto de Camargo Carmello
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Adubação  Fertilizantes NPK  Controle fitossanitário  Doenças de plantas  Ambiente protegido  Citricultura  Citrus  Produção de mudas  Estado nutricional 

Resumo

O sistema de certificação de mudas de citros da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo tem como objetivo a melhoria da qualidade fitossanitária das mudas produzidas. Propõe a utilização de ambiente protegido para a obtenção de mudas envasadas, utilizando-se substrato e água desinfetados e materiais vegetais indexados para viroses e para a clorose variegada dos citros - CVC. Neste sistema, a adubação adequada e nutrição adequada das plantas são de grande importância. A adubação e o estado nutricional da cultura promovem várias alterações metabólicas, que interferem nos processos de fotossíntese e respiração vegetal. Isso tudo terá reflexos nas taxas de transpiração e de assimilação de CO2 no destino dos fotoassimilados levando a alterações morfológicas, que se refletem na produção da parte aérea e das raízes, na área foliar o no volume radicular das plantas. Devido às respostas das plantas cítricas na fase de viveiro, ao fornecimento de nitrogênio e de fósforo, o fornecimento desses nutrientes têm sido freqüente. Já o fornecimento de potássio, na adubação de viveiros, não é freqüente, apesar das funções desse nutriente no metabolismo vegetal, tais como: a abertura e o fechamento de estômatos, o transporte interno de carboidratos, a manutenção da turgescência celular e sobre a ativação enzimática. Para avaliar-se a eficiência das adubações e o estado nutricional das culturas, tem-se utilizado a dignose foliar. Os teores totais de nutrientes nos tecidos foliares têm sido amplamente utilizados no diagnóstico da nutrição das plantas, devido à boa correlação entre a quantidade de nutrientes aplicado na cultura e o teor do elemento nas folhas. No entanto, os teores solúveis desses elementos nas folhas podem acrescentar informações na avaliação do estado nutricional da cultura, além de serem métodos mais rápidos. Parâmetros bioquímicos, tais como as atividades de enzimas, também podem ser utilizados para determinar o estado nutricional, pois avaliam a ação do nutriente no metabolismo vegetal... (AU)