Busca avançada
Ano de início
Entree

Preditores de resposta ao treinamento físico em pacientes com insuficiência cardíaca

Processo: 11/00640-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2011 - 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Bacal
Beneficiário:Fernando Bacal
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Guilherme Veiga Guimarães ; Miguel Morita Fernandes da Silva
Assunto(s):Cardiologia 

Resumo

Apesar dos avanços no tratamento da insuficiência cardíaca (IC), a mortalidade ainda é elevada nestes pacientes e muitos apresentam intolerância ao esforço e dispnéia. Pequenos estudos e metanálises sugeriram que o exercício físico promove melhora dos sintomas e reduz a mortalidade. No entanto, mais recentemente, um ensaio clínico randomizado não encontrou benefício na sobrevida ou hospitalização com o treinamento físico em pacientes com IC. Uma das limitações deste estudo foi a modesta melhora no consumo pico de oxigênio no grupo treinado, que pode ter influenciado no resultado. Objetivo: identificar variáveis e marcadores que predizem a resposta ao exercício intervalado e contínuo em indivíduos com IC, medida pelo aumento no consumo pico do oxigênio no teste cardiopulmonar. Métodos: Serão incluídos 40 pacientes com diagnóstico de insuficiência cardíaca, que participarão o projeto de pesquisa "Treinamento intervalado versus treinamento contínuo na atividade simpática e perfusão periférica em portadores de insuficiência cardíaca: estudo randomizado com grupo controle.", aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), processo número 2010/08990-1, onde serão randomizados em três grupos: treinamento físico intervalado, contínuo ou grupo controle. Níveis sanguíneos de marcadores inflamatórios, microRNAs, peptideo atrial natriurético, adiponectina, parâmetros do teste cardiopulmonar e inatividade física prévia são as variáveis a serem medidas antes e após o programa de exercício, que terá duração de três meses. Estas variáveis serão correlacionadas com a resposta ao treinamento físico, medida pela variação no consumo pico de oxigênio. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDES-SILVA, MIGUEL M.; GUIMARAES, GUILHERME V.; RIGAUD, VAGNER O. C.; LOFRANO-ALVES, MARCO S.; CASTRO, RAFAEL E.; DE BARROS CRUZ, LAIS G.; BOCCHI, EDIMAR A.; BACAL, FERNANDO. Inflammatory biomarkers and effect of exercise on functional capacity in patients with heart failure: Insights from a randomized clinical trial. EUROPEAN JOURNAL OF PREVENTIVE CARDIOLOGY, v. 24, n. 8, p. 808-817, MAY 2017. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.