Busca avançada
Ano de início
Entree

Termografia escrotal e ultrasonografia Doppler testicular em touros: correlação com a qualidade do sêmen

Processo: 11/01917-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Marques
Beneficiário:Luiz Carlos Marques
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Clínica veterinária  Testículo  Sêmen animal  Ultrassonografia Doppler  Termografia  Touros 

Resumo

O Brasil possui atualmente o maior rebanho bovino comercial do mundo contabilizando 202 milhões de cabeças e apenas 6% das fêmeas são inseminadas. Em 2009 foram comercializadas 9,2 milhões de doses de sêmen bovino, demonstrando o imenso potencial de crescimento deste mercado. A fertilidade é de extrema importância dentro dos rebanhos, variável comprovadamente afetada pela temperatura ambiente - estresse térmico. Assim, pretende-se estudar o potencial e a viabilidade da termografia infravermelha e ultrassonografia Doppler como métodos complementares dos exames de rotina na avaliação escrotal e testicular de touros; proceder à adequação destas tecnologias (US Dopleer e TIV) como métodos de exames complementares, considerando os fatores ambientais, climáticos, avanços tecnológicos e instrumentais, com vistas ao reconhecimento precoce de alterações testiculares que possam influir na produção de sêmen de alta qualidade. (AU)