Busca avançada
Ano de início
Entree

Complementação da estruturação para autonomia de consórcio de laboratórios do Departamento de Morfologia Estomatologia e Fisiologia da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Processo: 04/09477-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de setembro de 2005 - 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães
Beneficiário:Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia  Expressão gênica  Neuroendocrinologia  Osteoblastos  Esmalte dentário 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Os nossos objetivos são: usando a expressão quantitativa da proteína Fos como critério de ativação, determinar áreas do SNC mobilizadas após a indução de catalepsia pela administração aguda e crônica de L-NOARG, indução da catalepsia por inibidores da NOS após administração via intracerebroventricular e no estriado de ratos e camundongos; se a catalepsia induzida por L- NOARG é influenciada por outras drogas (anticolinérgicas, oplóides, Gabaérgicas, substâncias antioxidantes; drogas que estão sendo utilizadas na terapêutica clínica do parkinsonismo: atropina e biperideno, apomorfina, agonista dopaminêrgico D2; amantadina droga bloqueadora glutamatérgica e colinérgica, drogas que diferenciam a catalepsia dos neurolépticos da catatonia da morfina; substâncias antioxidantes Vitamina C, melatonina); Determinar a expressão gênica das enzimas NOS dos tipos neuronial e induzida, dos receptores dopaminérgicos D2 e dos receptores da serotonina do tipo 5HT1A e 5HT2A no estriado de camundongos após indução de catalepsia por administração prolongada (aparecimento de tolerância) de L-NOARG (RT-PCR em tempo real). Determinar a expressão RNAm para NOS neuronial e induzida, para os receptores D2 e para a sinaptofisina no estriado de camundongos (HIS); L-NOARG e 7-NIO induzem catalepsia nos animais NOS- knockout; catalepsia Induzida por L-NOARG é influenciada por outras drogas como o haloperidol e antagonistas serotonérgicos 5HT1A e 5HT2A; inibição da síntese de NO na fase aguda da lesão de neurônios DA por aplicação de 6-OH-dopamina (6-OHDA) resulta na melhora funcional ou menor incidência de lesão. (AU)