Busca avançada
Ano de início
Entree

Equipamentos de movimentação de carga para o Navio Oceanográfico Prof. W. Besnard

Processo: 04/08876-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de abril de 2005 - 31 de janeiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia
Pesquisador responsável:Ana Maria Setubal Pires-Vanin
Beneficiário:Ana Maria Setubal Pires-Vanin
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Construção naval  Navios 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

O objetivo geral do projeto aqui proposto, denominado "A Influência do Complexo Estuarino da Baixada Santista sobre o Ecossistema da Plataforma adjacente (ECOSAN)", é avaliar a influência do complexo estuarino da Baixada Santista sobre a plataforma continental situada entre Itanhaém e São Sebastião, estufando o aporte do material orgânico e inorgânico, os mecanismos físicos que possibilitam o aporte e deposição desse material e a seu impacto sobrei os processos biológicos e a estrutura do ecossistema da região. Nesse projeto multidisciplinar atuam especialistas de diversas áreas da Oceanografia, tais como físicos, biológicos, geólogos, químicos e engenheiros. O enfoque de ECOSAN é o estudo de um processo, a penetração das águas provenientes do complexo estuarino da Baixada Santista na plataforma continental e de suas conseqüências sabre esse ecossistema. As águas estuarinas apertam nutrientes contaminantes dos mais diversos tipos para a plataforma, sendo estes tanto origem doméstica, na forma de esgoto, quanto industrial. As escalas temporais determinantes no processo são a sazonal, com extremos de descarga no verão e no inverno; a dos ventos sinóticos, determinando maior ou menor estreitamento da plataforma continental interna, e a inercial-maregráfica, responsável por oscilações energéticas da frente estuarina. Assim, procurar-se-á determinar quais os mecanismos físicos que aportam massa à região de estudo, quais as formas preferenciais de aporte e como a biota reage aos diversos materiais e substâncias carreados para a plataforma continental interna. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.