Busca avançada
Ano de início
Entree

Microencapsulamento de IgY e seu uso na inibição da adesão de Salmonella enterica Typhimurium

Processo: 05/04465-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de março de 2007 - 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Leandro Licursi de Oliveira
Beneficiário:Leandro Licursi de Oliveira
Empresa:Invent Biotecnologia Ltda. - ME
Município: Ribeirão Preto
Pesq. associados:Mirela de Barros Tamarozzi
Bolsa(s) vinculada(s):07/50333-5 - Microencapsulamento de IgY e seu uso na inibição da adesão de Salmonella enterica Typhimurium, BP.PIPE
Assunto(s):Bacteriologia  Enterobacteriaceae  Salmonella  Salmonella enterica  Antígenos de bactérias 

Resumo

A Salmonella é um gênero bacteriano pertencente à família Enterobacteriaceae com ampla distribuição entre os animais e permanência no ambiente contribuindo para que este microrganismo assuma um papel importante na saúde pública. Estima-se que o custo anual da salmonelose humana apenas nos Estados Unidos esteja em torno de 2,3 bilhões de dólares. A subespécie S. enterica pode causar um grande espectro de infecções, que variam de assintomáticas a sistêmicas, dependendo da sorovariedade bacteriana e do hospedeiro envolvido. Recentemente, tem sido observado aumentado interesse na administração oral de anticorpos para o tratamento localizado de infecções e outras condições no trato gastrointestinal. Entre as classes de anticorpos utilizadas a mais promissora é a IgY, a imunoglobulina equivalente em aves a IgG de mamíferos. A IgY tem si mostrado ser efetiva contra inúmeros patógenos entéricos, incluindo Escherichia coli, Salmonella spp. e rotavírus, prevenindo a infecção e inibindo o crescimento in vitro e prevenindo ou reduzindo os sintomas em modelos animais. No entanto, para maximizar o potencial da IgY para uso imunoterapêutico, esta requer proteção da degradação ácida e enzimática no estômago para chegar intacta ao intestino, o sítio de infecção. Sendo assim, o objetivo do presente projeto é estabelecer um protocolo de proteção entérica dos anticorpos testando diferentes revestimentos usadas na indústria farmacêutica. Em paralelo, estabelecer a produção de um clone capaz de expressar a subunidade C da fímbria Lpf, uma das principais responsáveis pela adesão do microrganismo à mucosa do intestino. A definição de uma estratégia de proteção entérica, bem como a produção dos antígenos necessários para a produção de anticorpos específicos, permitirá em ensaios futuros desenvolver um imunoterápico para o combate da infecção entérica por Salmonella. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, ALINE FERREIRA; CARDOSO, SILVIA ALMEIDA; DOS REIS ALMEIDA, FAUSTO BRUNO; DE OLIVEIRA, LEANDRO LICURSI; PITONDO-SILVA, ANDRE; SOARES, SANDRO GOMES; HANNA, EBERT SEIXAS. Oral immunization with attenuated Salmonella vaccine expressing Escherichia coli O157:H7 intimin gamma triggers both systemic and mucosal humoral immunity in mice. MICROBIOLOGY AND IMMUNOLOGY, v. 56, n. 8, p. 513-522, AUG 2012. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.