Busca avançada
Ano de início
Entree

Elaboração de conhecimentos escolares e curriculares relacionados à ciência, à sociedade e ao ambiente na escola básica com ênfase na regionalização a partir dos resultados de projeto de políticas

Processo: 06/01558-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Ensino Público
Vigência: 01 de abril de 2007 - 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Mauricio Compiani
Beneficiário:Mauricio Compiani
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados: Carla Gracioto Panzeri ; Carlos Eduardo da Silva Francisco ; Carmen Sílvia Cavoti ; Claudia Fonseca Baldini ; Claudia Gisele Z. Latarini ; Ederson Costa Briguenti ; Eleonore Zulnara Freire Setz ; Eliana Regina Forni Martins ; Fabiana Burgos Takahashi Garcia ; Fernanda Keila Marinho da Silva ; Gláucia Cristiani Teixeira ; Henrique César da Silva ; Ina Cecília de Castro Kanso Bragada ; Ivan Carlos de Moraes Ferreira ; Jorge Yoshio Tamashiro ; José Ricardo Ramponi ; José Walser Walmir Ru Barnabé ; Lilian Doris Felix Reis ; Luiza Sumiko Kinoshita ; Luzia Vilas Boas Mestanza Munoz ; Magali Andrade Barbosa ; Maria Aparecida Veríssimo ; Maria Conceição da Costa ; Maria José Fontana Gebara ; Maria Rozimeire Cabrini ; Marli Domingues Braga ; Marta Maria Lazarin Ricci ; Míriam Aparecida Bueno da Silva ; Narjara Zimmermann ; Oscarlina Aparecida Furquim Scaleante ; Patrícia Nogueira Santos ; Ricardo Inácio Batista Júnior ; Ricardo Marques Coelho ; Rosane Garcia Dorazio Nogueira ; Roseli Buzanelli Torres ; Salvador Carpi Junior ; Samuel Fernando Adami ; Silvia Fernanda de Mendonça Figueirôa ; Stella Maris de S Ferreira ; Vânia Rosalva Amaral ; Wagner Tomé Silva ; Yara Kulaif
Assunto(s):Diversidade cultural  Estudos interdisciplinares  Currículos e programas  Educação continuada  Educação escolar básica  Políticas públicas  Pesquisa-ação 

Resumo

O projeto de políticas públicas “Recuperação ambiental, participação e poder público: uma experiência em Campinas” apresenta um conjunto de conhecimentos regionalizados nas áreas de geobiociências e sócio-econômicos que pretendemos transformá-los em escolarizados a partir de projeto no Programa Fapesp Ensino Público. Para isso, pretendemos desenvolver: parcerias colaborativas entre rede pública, universidades e órgãos da administração pública direta; estratégias e processos de desenvolvimento profissional como parte central da formação dos professores (pois os processos de formação se dão de forma contínua e permanente e no exercício da própria profissão de educador) para que grupos de professores desenvolvam propostas curriculares, conhecimentos regionalizados e flexíveis. Pretendemos colaborar para que os professores e suas escolas elaborarem seus produtos, a implementação e a gestação de propostas curriculares locais, isto é em uma realidade concreta social/histórica. Pretende-se implementar uma proposta de formação continuada de professores da escola básica envolvendo, a partir das disciplinas científicas e com ênfase no conhecimento geobiocientífico, as demais disciplinas de uma escola, disseminando uma abrangente cultura científica tratando de questões regionais relacionadas à vida cotidiana, ao ambiente e ao conhecimento científico e tecnológico. Nossa hipótese, é que a disseminação e a valorização da ciências passa pelo rompimento da fragmentação disciplinar e isolamento com as outras áreas do conhecimento, bem como com o mundo real dos alunos e da escola. Na literatura referente ao ensino de Ciências no Brasil e no exterior, encontramos pesquisas com as concepções de pesquisa-ação colaborativa mas não com as características de grupo multidisciplinar (Ciências, Geografia, História, Matemática e Português e Educação Artística) como o que trabalhamos de 1996 a 2001, no projeto Geociências voltado para formação continuada de professores do ensino fundamental (5ª a ª 8 séries). Com uma equipe fixa multidisciplinar de 15 professores da rede pública desenvolvemos uma cultura científica entre os professores do ensino fundamental. Este projeto, que ora apresentamos, pretende continuar a postura e concepções do projeto anterior, agora, voltado também para o ensino médio, corroborando com as recomendações do Seminário “Educação em Ciências no Século XXI”, promovido pelo CNPq, em 1998, quais sejam: regionalização e flexibilidade do currículo, abordar a ciência de forma interdisciplinar e ensinar ciência relevante para a formação do cidadão. No outro projeto, os conteúdos geocientíficos predominaram, neste pretendemos expandi-los para os problemas biológicos e sócio-ambientais. Neste pretendemos continuar a experienciar o ensino não disciplinar (não há um compromisso em assumir a interdisciplinaridade ou tranversalidade dos PCNs). Além dessas, de nossa parte, é fundamental a concepção de pesquisa colaborativa, pois o trabalho de colaboração ressalta a experiência dialógica vivida entre pesquisador da universidade e professor da rede com a possibilidade de construção conjunta de conhecimentos, a partir de uma dinâmica reflexiva e investigativa da prática. Isso contribui para o desenvolvimento de capacidades reflexivas em ambiente de diálogo e para a autonomia profissional compartilhada.Na literatura nacional e internacional sobre ensino de ciências, há projetos desenvolvidos entre a universidade e escola pública, em que tutores daquela orientam a formação continuada dos professores desta. A proposta de formação continuada constitui-se com práticas de orientação, tutorias individualizadas formador/docente ou tutorias mais coletivas entre formador e equipes de professores. Modo de trabalhar que desenvolvemos em nosso projeto Geociência e neste pretendemos experimentar professores da própria rede coordenando grupos de suas escolas. Apoio teórico-prático na corrente sócio-cultural de pensamento/linguagem. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.