Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU: determinação dos hormônios esteróides e outros analitos por cromatografia líquida associada à espectrometria de massas em Tandem (LC-MSMS): impacto no diagnóstico e na pesquisa das endocrinopatias

Processo: 09/54002-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Berenice Bilharinho de Mendonça
Beneficiário:Berenice Bilharinho de Mendonça
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinopatias  Cromatografia líquida  Espectrometria de massas em Tandem  Esteroides 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/emu_saude_25.pdf
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

A introdução da técnica de radioimunoensaio para dosagens hormonais, incluindo esteróides, causou uma verdadeira revolução na pesquisa e diagnóstico das endocrinopatias. Foram desenvolvidos métodos para dosagem de esteróides que utilizavam extração com solventes orgânico, seguido, algumas vezes, de cromatografia e por fim radioimunoensaio. No entanto, para determinação de grande número de amostras houve necessidade de simplificar estes métodos, tornando a dosagem dos diversos hormônios esteróides menos específica, uma vez que há com grande frequência reação cruzada com os diferentes esteróides. Além da reação cruzada, dosagem direta não afasta a presença de outros interferentes, como por exemplo, anticorpos heterofílicos na dosagem de testosterona. Com a crescente busca por qualidade, estas limitações têm impulsionado o desenvolvimento de metodologias rápidas e menos suscetíveis a interferentes, como a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas. Realizamos atualmente no Laboratório de Hormônios e Genética Molecular LIM/42 da Disciplina de Endocrinologia da Faculdade de Medicina da USP, cerca de 20.000 dosagens de esteróides por mês, atendendo a todo complexo do Hospital das Clínicas. Frente a grandes rotinas, comuns aos serviços públicos, há necessidade, além da alta especificidade e sensibilidade, de plataformas automatizadas que propiciem maior rapidez e processamento de grande número de amostras, exigências estas plenamente atendidas pela cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas. Nosso principal objetivo é desenvolver e disponibilizar as dosagens dos hormônios esteróides e outros analitos essenciais ao estudo das endocrinopatias por cromatografia líquida associada à espectrometria de massas em Tandem. (AU)