Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU: aquisição de espectrômetro de Fluorescência de Raios-X (FRX) para caracterização química elementar de materiais metálicos, cerâmicos, poliméricos e de resíduos de atividades industriais

Processo: 09/54118-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de novembro de 2010 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Carlos Angelo Nunes
Beneficiário:Carlos Angelo Nunes
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais cerâmicos  Materiais metálicos  Polímeros (materiais)  Espectrometria de fluorescência 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/emu_eng_19.pdf
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Pesquisas em materiais necessitam de análise microestrutural + análise elementar para estudo de materiais e desenvolvimento de opções aos materiais existentes. Caracterização química elementar é decisiva para acompanhar os processos de obtenção dos materiais, para assegurar sua qualidade e identificar possíveis componentes benéficos ou prejudiciais às propriedades projetadas. Departamento de Engenharia de Materiais tem amplo programa de pesquisa, demandando técnicas analíticas rápidas, precisas e acuradas e que cubram a determinação de elementos majoritários e de elementos traços. Os objetivos a serem atingidos com o equipamento solicitado é atender às necessidades dos projetos associados e complementares elencados na proposta, bem como atender àqueles projetos da EEL e de outras instituições parceiras que desenvolvem projetos de pesquisa de porte com empresas como Petrobras (INPE-Cachoeira Paulista, catalisadores); EMBRAPA Florestas (EEL-USP, derivados de biomassa para geração de energia termoelétrica); CSN (EEL-USP, desenvolvimento e caracterização de materiais refratários e reaproveitamento de resíduos para siderurgia). Existe também uma demanda contida na região do Vale do Paraíba, região Sul do Estado do RJ e Sul de MG para analisar e identificar materiais diversos (minérios, passivos ambientais, materiais a serem desenvolvidos no Brasil baseados em materiais importados), que não está sendo atendida plenamente, pois os poucos equipamentos de FRX que existem pertencem a empresas, os quais são limitados na sua configuração, não atendendo aos trabalhos de pesquisa. A disponibilidade do equipamento abre oportunidades para qualificação de recursos humanos na técnica e deve incentivar linhas de pesquisa baseadas no reaproveitamento de resíduos industriais. O equipamento proposto é um espectrômetro de FRX por comprimento de onda dispersivo, sequencial, que permite uma versatilidade grande de análise pelo uso de diferentes cristais e detectores, incluindo a determinação de metais leves com boa sensibilidade e baixos limites de detecção. (AU)