Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores trombofílicos em mulheres inférteis

Processo: 10/09615-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2011 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Ricardo Barini
Beneficiário:Ricardo Barini
Instituição-sede: Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM). Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Obstetrícia 

Resumo

Os fatores implicados como trombofílicos estão relacionados a patologias graves, como eventos tromboembólicos arteriais e venosos e complicações obstétricas, como aborto recorrente e infertilidade. Pacientes com falha de implantação podem apresentar desordens trombogênicas e terem melhores taxas de implantação com a adequada abordagem desta patologia. Este trabalho propõe a identificar a freqüência dos fatores trombofílicos, tais como anticorpo anticardiolipina, anticoagulante lúpico, deficiência de proteína C, deficiência de proteína S, deficiência de antitrombina III, fator V de Leiden, mutação do gene da protrombina e mutação do gene do metileno- tetrahidrofolato redutase ( MTHFR) em pacientes com e sem infertilidade. A investigação da freqüência dos fatores trombofílicos em mulheres com infertilidade e em mulheres férteis poderá ajudar tanto no tratamento da infertilidade, quanto na prevenção do risco obstétrico nesta população infértil que engravida. Além disso, é necessário avaliar se realmente a trombofilia está mais presente na população infértil, em especial na população brasileira. Objetivo: Realizar um estudo caso - controle para avaliar se há diferença na freqüência de trombofilia entre mulheres férteis e inférteis na população brasileira. Sujeitos/Métodos: Será realizado um estudo de caso-controle de 130 mulheres com infertilidade atendidas em clínica privada e 260 mulheres férteis atendidas no ambulatório de planejamento familiar do CAISM ( Centro de Assistência Integrada à Saúde da Mulher) da Faculdade de Medicina do ABC. Análise de dados: Serão utilizados os testes de Qui-quadrado e Exato de Fisher para o estudo da associação entre a presença do anticorpo anticardiolipina, fator anticoagulante lúpico, deficiência da proteína C, S e antitrombina III, fator V de Leiden, mutação 20210A no gene da protrombina e mutação Ala677®Val no gene da metileno tetrahidrofolato redutase, e o antecedente de infertilidade. A importância dos fatores analisados na associação com o antecedente de infertilidade será feita por Regressão Logística. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOLIGO, ADRIANA DE GOES; BARINI, RICARDO; ANNICHINO-BIZZACCHI, JOYCE MARIA. Prevalence of the MTHFR C677T Mutation in Fertile and Infertile Women. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 39, n. 12, p. 659-662, DEC 2017. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARINI, Ricardo. Fatores trombofílicos em mulheres inférteis = Thrombophilic factors in infertile women. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.