Busca avançada
Ano de início
Entree

EMUs: aquisição dos equipamentos Millipex Analyzer Xponent 3 e acessórios; equipamento para registro telemétrico; Labchip GXII; sistema de fotodocumentação e lavadora automática de placas de ELISA

Processo: 09/54039-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Nestor Schor
Beneficiário:Nestor Schor
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunologia  Nefrotoxicidade  Lesão renal aguda  Células-tronco mesenquimais  Transdução de sinais  Sepse 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/emu_saude_75.pdf
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Recentemente os mecanismos inflamatórios e hormonais envolvidos na lesão renal aguda (LRA) tem sido foco de intensa pesquisa pois as novas metodologias e o melhor entendimento fisiopatológico desta entidade complexa indicam que estes aspectos são fundamentais para o avanço do conhecimento e de potenciais intervenções clínicas. Assim, este projeto visa avaliar, utilizando diferentes estratégias, complementares, estes fatores envolvidos na LRA. Estas estratégias são: 1-Avaliação das vias de sinalização celular relacionadas à apoptose em células mesangiais humanas imortalizadas com LPS e ácido úrico (AcUr) já que sabe-se que ambas estimulam várias substâncias vasoativas e inflamatórias; 2-0s estudos das células tronco (CT) tem sido explosivo pois, em termos experimentais, vários resultados estimulam a busca de mecanismos fisiopatológicos, em especial de eventos hormonais parácrinos envolvidos na administração destas células. Este laboratório tem desenvolvido projetos utilizando as CT mesenquimais em vários modelos de LRA, como na nefrotoxicidade por gentamicina, ciclosporina e aciclovir e na sepsis induzida por LPS e por inoculação de E.coli nefritogênica. Resultados preliminares são bastante indicativos de eventos parácrinos, exigindo a avaliação e dosagem de várias substâncias inflamatórias e anti-inflamatórias; 3-Na área específica das doenças renais, tem-se estudado com mais intensidade os efeitos das CT mesenquimais, entretanto já existem resultados experimentais de efeitos significativos de células tronco progenitoras endoteliais (predominantemente angiogênicas) e de células tronco derivadas de tecido adiposo. No momento já temos em cultura estas células que juntamente com as mesenquimais e as hematopoiéticas consistiram um banco de células tronco visando à disponibilização para a comunidade científica bem como testar, nos mecanismos fisiopatológicos disponíveis neste Laboratório, a melhor linhagem de células ou mesmo a mescla das mesmas; 4-Nesta mesma linha de pesquisa inflamatória, temos estudado a LRA induzida em animais e também em células renais in vitro, da Doença de Chagas, onde o processo inflamatório é bastante intenso, com envolvimento de citocinas e fatores pró- e anti-inflamatórios. Todos estes projetos serão muito beneficiados com a aquisição dos EMUs solicitados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)