Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU: estruturação de uma central analítica (facilities) de sequenciamento de DNA para estudos moleculares de novos alvos quimiterapêuticos em microrganismos e utilização da metagenômica para o isolamento e identificação de novos produtos naturais microbianos antibióticos

Processo: 09/54099-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Sergio Akira Uyemura
Beneficiário:Sergio Akira Uyemura
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Aspergillus fumigatus  Metagenômica  Pseudomonas  Análise de sequência de DNA 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/emu_bio_65.pdf
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento: Tipo de Equipamento Multiusuário não informado
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Nas duas últimas décadas, infecções oportunistas causadas por microrganismos têm sido frequentemente diagnosticadas em pacientes imunocomprometidos, sendo uma causa importante de morbidade e mortalidade entre os pacientes hospitalizados em todo o mundo. Com o rápido aumento dos casos de AIOS, a incidência de algumas doenças como as causados por microrganismos aumentou drasticamente. Em adição ao aumento de infecções oportunistas, o número de microrganismos resistentes as atuais drogas é um dos principais desafios para o tratamento dessas doenças. Os aspectos moleculares envolvidos na resistência a essas drogas podem ocorrer por modificações das enzimas alvos, super-expressão de genes codificadores dos transportadores ATP-binding cassetes e integrons, transposons e proteínas de resposta ao estresse. Neste contexto, a descoberta de novos agentes quimioterapêuticos, particularmente aqueles que atuem em diferentes vias metabólicas, juntamente com o melhor entendimento de seus mecanismos de ação, representam grande importância na terapêutica. Desta forma, é essencial que novas classes de drogas demonstrando atividades contra os microrganismos resistentes sejam rapidamente introduzidas na pratica clínica, os quais sejam mais seletivos e menos tóxicos. Entretanto, a maioria dos novos agentes terapêuticos introduzidos é baseada nos mesmos alvos quimioterapêuticos atuais e praticamente nenhum novo alvo tem sido recentemente descrito para contornar os mecanismos de resistência. Por outro lado, a introdução de novas técnicas abre novas possibilidades de estudos como farmacogenômica, bioinformática e modelagem molecular, perfil de expressão/transcriptoma, proteômica e metagenômica. Os projetos associados têm como objetivos o estudo de novos alvos e novas moléculas, para o tratamento por microrganismos, através de abordagens moleculares. Assim, para o desenvolvimento desses projetos e dos complementares, ou ainda novos projetos na área é essencial a independência para realizar sequenciamentos em escala na Unidade. (AU)