Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de frentes de onda na alta atmosfera e ionosfera na região amazônica utilizando técnicas óticas e de rádio

Processo: 11/50083-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2011 - 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Alexandre Alvares Pimenta
Beneficiário:Alexandre Alvares Pimenta
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Ionosfera  Tempestades geomagnéticas 

Resumo

O estudo do sistema alta atmosfera/ionosfera pode ser classificado em estudos de longo e curto prazo. Os estudos de longo prazo envolvem fenômenos relacionados com o ciclo solar, isto é, necessitam de pelo menos 11 anos de dados para podermos inferir o comportamento e a tendência do sistema alta atmosfera/ionosfera. A sazonalidade, isto é, os efeitos das estações do ano sobre a dinâmica entre o acoplamento da atmosfera neutra e ionizada também se inclui nos estudos de longo prazo. Por outro lado, estudos de curto prazo envolvem fenômenos que ocorrem na alta atmosfera/ionosfera relacionados com tempestades magnéticas ou fenômenos espúrios. Fenômenos espúrios são aqueles que ocorrem aleatoriamente e alteram o sistema alta atmosfera/ionosfera em escalas de tempo menores (de algumas dezenas de minutos a poucos dias). Podemos citar, por exemplo, geração de ondas de gravidade, instabilidades de plasma que geram irregularidades no plasma ionosférico e o fenômeno "Brightness waves" (recentemente detectados por nós com o sistema "all-sky" desenvolvido no inpe com câmara fotográfica). As variabilidades da radiação solar, as tempestades magnéticas geradas pela interação entre o vento solar e a magnetosfera terrestre, e outros fenômenos relacionados ao clima espacial, são responsáveis pelo acoplamento do sistema solar e meio interplanetário com a alta atmosfera/ionosfera terrestre. Esses efeitos são particularmente importantes na ionosfera ao qual se mostra altamente variável e responde de forma distinta a esses fenômenos, sobretudo na região tropical brasileira. Tais fenômenos influenciam fortemente as atividades e os sistemas de aplicações espaciais, causando interferências significativas e até mesmo interrupções nos sistemas trans-ionosféricos de telecomunicações tais como o sistema de satélites GPS. No setor brasileiro, tais efeitos são particularmente mais intensos devido à declinação geomagnética elevada, a anomalia equatorial e à presença da Anomalia Magnética do Atlântico Sul. Este projeto tem como objetivo principal a compra de uma câmara CCD para substituir a câmara fotográfica digital utilizada em um equipamento científico denominado imageador all-sky assim como recursos de capital e custeio para conseguimento das nossas pesquisas. (AU)