Busca avançada
Ano de início
Entree

Doença inflamatória intestinal (DII): novos marcadores moleculares e atividade anti-inflamatória intestinal de fármacos e produtos de origem vegetal

Processo: 11/50512-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Luiz Claudio Di Stasi
Beneficiário:Luiz Claudio Di Stasi
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças inflamatórias intestinais  Cumarínicos  Plantas medicinais 

Resumo

A Doença Inflamatória Intestinal (DII), incluindo a Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa, é uma doença multifatorial com etiologia desconhecida, mas com evidências da interação entre o sistema imune, susceptibilidade genética e fatores ambientais, principalmente a flora bacteriana. A principal limitação para o entendimento dos mecanismos patogênicos responsáveis pela DII é a deficiência relativa de modelos experimentais que simulam o processo inflamatório crônico em humanos. Portanto, estudos voltados para a elucidação da participação de mediadores da DII em humanos em modelos experimentais de colite são muito importantes para a caracterização de novos alvos terapêuticos. O modelo de colite induzida por ácido trinitrobenzenosulfônico (TNBS) em ratos é de fácil execução e considerado o mais adequado para as pesquisas de desenvolvimento de novos produtos com potencial uso clínico no tratamento da DII em humanos. Considerando-se ainda que um tratamento etiológico da DII não está disponível e que os fármacos correntemente utilizados no tratamento da DII em humanos apresentam sérios efeitos colaterais, o desenvolvimento de novas estratégias de tratamento que combinem eficácia e segurança são uma importante meta na terapia da DII. Com bases nestas informações, os objetivos do presente projeto são: a. avaliar a participação de novos marcadores moleculares da DII em humanos no modelo experimental de colite induzida por TNBS, especialmente a proteína de choque térmico (HSPs), heparanase, metaloproteinase e as cascatas de sinalização MAP-quinase: quinase regulada por sinal extracelular (ERK), quinase c-Jun N-terminal (JNK) e p38 MAP-quinase, como novos alvos terapêuticos para o tratamento da DII, b. determinar os efeitos de fármacos clássicos (sulfassalazina, prednisolona and azatioprina) usados na terapia da DII em humanos sobre estes mediadores inflamatórios e, c. determinar a atividade farmacológica de produtos naturais previamente estudados, tais como as cumarinas naturais: esculina, esculetina e 4-metil-esculetina e algumas espécies da Flora Brasileira: Physalis angulata L. (extrato de partes aéreas obtidos por CO2 supercrítico e padronizado em fisalinas), Bidens p/tosa L. (extrato de partes aéreas obtidos por CO2 supercrítico e padronizado em ácidos eicosapentanóico e α-linolênico), Baccharis dracunculifolia L. (extrato acetato de etila de partes aéreas padronizado em compostos fenólicos) como potenciais produtos para o tratamento da IBD. Isto será realizado em dois delineamentos experimentais: fase aguda (efeito preventivo) e fase crônica (efeito curativo). Simultaneamente aos estudos de expressão destes novos mediadores, os efeitos de cada tratamento serão avaliados ainda por estudos macroscópicos (escore de lesão, tamanho de lesão, peso colônico e presença de diarréia), bioquímicos (atividade da mieloperoxidase e fosfatase alcalina, níveis de glutationa, produção de TNF-α e IL-1ß e, expressão de NF-κB), microscópicos (microscopia ótica e microscopia eletrônica). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Produtos naturais auxiliam no tratamento de doenças inflamatórias intestinais 

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREDA, MARIA DEL CARMEN V.; DIEAMANT, GUSTAVO; NOGUEIRA, CECILIA; EBERLIN, SAMARA; FACCHINI, GUSTAVO; MUSSI, LILIAN; POLEZEL, MARCIO A.; MARTINS-OLIVEIRA, DIVINO; ROSA, PAULO T. V.; DI STASI, LUIZ C. Sterol-standardized phytopharmaceutical from ground cherry: Corticoid-like properties on human keratinocytes and fibroblasts and its effects in a randomized double-blind placebo-controlled clinical trial. Journal of Cosmetic Dermatology, v. 18, n. 5, p. 1516-1528, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
WITAICENIS, ALINE; SOUZA DE OLIVEIRA, ELLEN CRISTINA; TANIMOTO, ALEXANDRE; GONCALVES ZORZELLA-PEZAVENTO, SOFIA FERNANDA; DE OLIVEIRA, SILVIO LUIS; SARTORI, ALEXANDRINA; DI STASI, LUIZ CLAUDIO. 4-methylesculetin, a coumarin derivative, ameliorates dextran sulfate sodium-induced intestinal inflammation. Chemico-Biological Interactions, v. 280, p. 59-63, JAN 25 2018. Citações Web of Science: 2.
ALMEIDA-JUNIOR, L. D.; CURIMBABA, T. F. S.; CHAGAS, A. S.; QUAGLIO, A. E. V.; DI STASI, L. C. Dietary intervention with green dwarf banana flour (Musa sp AAA) modulates oxidative stress and colonic SCFAs production in the TNBS model of intestinal inflammation. Journal of Functional Foods, v. 38, n. A, p. 497-504, NOV 2017. Citações Web of Science: 1.
ALMEIDA JUNIOR, LUIZ DOMINGUES; VALENCISE QUAGLIO, ANA ELISA; RODRIGUES DE ALMEIDA COSTA, CELSO ACACIO; DI STASI, LUIZ CLAUDIO. Intestinal anti-inflammatory activity of Ground Cherry (Physalis angulata L.) standardized CO2 phytopharmaceutical preparation. WORLD JOURNAL OF GASTROENTEROLOGY, v. 23, n. 24, p. 4369-4380, JUN 28 2017. Citações Web of Science: 7.
QUAGLIO, ANA E. V.; CASTILHO, ANTHONY C. S.; DI STASI, LUIZ C. Experimental evidence of heparanase, Hsp70 and NF-kappa B gene expression on the response of anti-inflammatory drugs in TNBS-induced colonic inflammation. Life Sciences, v. 141, p. 179-187, NOV 15 2015. Citações Web of Science: 13.
VALENCISE QUAGLIO, ANA ELISA; SOUZA CASTILHO, ANTHONY CESAR; DI STASI, LUIZ CLAUDIO. Experimental evidence of MAP kinase gene expression on the response of intestinal anti-inflammatory drugs. Life Sciences, v. 136, p. 60-66, SEP 1 2015. Citações Web of Science: 3.
WITAICENIS, A.; LUCHINI, A. C.; HIRUMA-LIMA, C. A.; FELISBINO, S. L.; JUSTULIN, JR., L. A.; GARRIDO-MESA, N.; UTRILLA, P.; GALVEZ, J.; DI STASI, L. C. MECHANISM AND EFFECT OF ESCULETIN IN AN EXPERIMENTAL ANIMAL MODEL OF INFLAMMATORY BOWEL DISEASE. European Journal of Inflammation, v. 11, n. 2, p. 433-446, MAY-AUG 2013. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.