Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das alterações do metaborreflexo em voluntários idosos e em pacientes com insuficiência cardíaca

Processo: 11/03591-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2011 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marcus Vinicius Simões
Beneficiário:Marcus Vinicius Simões
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Lourenço Gallo Junior
Bolsa(s) vinculada(s):11/09713-4 - Estudo das alterações do metaborreflexo em idosos e em pacientes com insuficiência cardíaca, BP.TT
Assunto(s):Cardiologia 

Resumo

Sabe-se que a insuficiência cardíaca é uma doença correlacionada com envelhecimento da população e cujos sintomas de fadiga e dispnéia podem estar correlacionados tanto com alterações da função da bomba cardíaca como com anormalidades da musculatura esquelética. Uma das ferramentas diagnósticas que pode identificar a presença da miopatia periférica neste contexto é a avaliação da contribuição do metaborreflexo para a hiperventilação durante o esforço. Contudo, também já se conhece que o envelhecimento leva à alteração na musculatura esquelética que pode contribuir para a redução da capacidade funcional. Contudo, ainda não se conhece se a exacerbação do metaboreflexo é um mecanismo atuante para determinar a redução de capacidade física nos idosos. Dessa forma, a caracterização destes mecanismos fisiopatológicos pode ser útil para o diagnóstico da origem destes sintomas nos pacientes idosos. Por outro lado estabelecer o conhecimento sobre as anormalidades do metaboreflexo com o envelhecimento é peça fundamental para a valorização das anormalidades deste teste nos pacientes idosos com insuficiência cardíaca. Nesse contexto se insere o presente estudo que visa caracterizar a resposta do metaboreflexo em indivíduos saudáveis jovens e idosos em comparação com pacientes portadores de insuficiência cardíaca sintomática. Para isso serão avaliados indivíduos de ambos os gêneros divididos em 3 grupos investigacionais: 20 adultos saudáveis com idade de 18-40 anos, 20 idosos saudáveis com idade acima de 65 anos e 20 pacientes com insuficiência cardíaca sistólica sintomática (CF II-III da NYHA). Todos serão submetidos à avaliação do metaboreflexo, teste cardiopulmonar e avaliação da função endotelial. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.