Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da irradiação do laser de CO2 e Nd:YAG sobre dentina e esmalte hígidos e erodidos quando submetidos a ciclagem erosiva in vitro

Processo: 10/16159-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2011 - 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Daniela Rios Honório
Beneficiário:Daniela Rios Honório
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado
Assunto(s):Erosão dentária  Lasers de gás  Laser do estado sólido  Esmalte dentário  Dentina 

Resumo

Em vista do maior consumo de bebidas ácidas, muitas pesquisas têm sido direcionadas ao entendimento da erosão, a fim de prevenir sua formação ou conter sua progressão. Tendo em vista que a irradiação laser aumenta a resistência dos substratos dentários em relação aos ácidos provenientes dos microrganismos, este procedimento também poderia ser eficaz para prevenir a ação de ácidos que resultam em erosão dentária, no entanto este tópico tem sido pouco estudado. O presente trabalho tem como objetivo avaliar in vitro o efeito da irradiação laser de CO2 e Nd:YAG sobre esmalte e dentina hígidos e previamente erodidos na diminuição da erosão dentária. Além disso, será avaliado o efeito do recobrimento das estruturas dentárias com pigmento na performance do laser Nd:YAG. Neste protocolo in vitro, 312 blocos de esmalte e 312 blocos de dentina (dente bovino), sendo 156 blocos de cada tipo de substrato hígidos e os outros 156 previamente erodidos, serão igualmente e aleatoriamente divididos em 13 grupos (n=12): G1- sem tratamento (controle), G2 e G6- irradiação com laser Nd:YAG (42,45 J/cm2), G3 e G7- irradiação com laser Nd:YAG (56,6 J/cm2), G4 e G8- irradiação com laser Nd:YAG (84,9 J/cm2), G5 e G9- irradiação com laser Nd:YAG (99,05 J/cm2), G10- irradiação com laser CO2 ' (3,6 J/cm2), G11- irradiação com laser CO2 (10,7 J/cm2), G12- irradiação com laser CO2 (28,6 J/cm2) e G13- irradiação com laser CO2 (42,9 J/cm2). A erosão prévia será realizada com a imersão dos blocos em refrigerante ácido por 15 minutos e em seguida imersão em saliva artificial por 24 horas. Nos grupos 6 a 9 será feita aplicação de corante a base de carvão antes da irradiação com laser Nd:YAG. Antes da irradiação 10 blocos por grupo terão metade de suas superfícies protegidas com esmalte cosmético para realização da perfilometria os outros 2 blocos por grupo não serão protegidos para realização de microscopia eletrônica de varredura. Após a irradiação, os blocos serão submetidos a ciclagem erosiva, composta por 4 imersões diárias em bebida ácida por 120 min seguida pela imersão em saliva artificial por 2 h, durante 5 dias. Os blocos de esmalte e dentina serão avaliados por meio da perfilometria após a aplicação do laser e após o 1º e 5º dia de ciclagem erosiva e por meio de microscopia eletrônica de varredura apenas após a aplicação do laser. Os resultados serão submetidos à análise estatística apropriada (p<0,05). (AU)