Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes de inovação para a mitigação do aquecimento global: relacionamentos colaborativos de empresas com produtos de baixas emissões de gases de efeito estufa

Processo: 10/19604-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2011 - 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:Rogério Cerávolo Calia
Beneficiário:Rogério Cerávolo Calia
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Sustentabilidade 

Resumo

As mensurações da temperatura, do degelo e do nível do mar evidenciam que o aquecimento global é um fato. Manter as emissões de gases de efeito estufa no ritmo atual implicaria em perdas ao PIB mundial e ao desenvolvimento sustentável, devido à maior incidência de desastres naturais, redução das áreas agriculturáveis, redução da disponibilidade de água e aumento da propagação de insetos transmissores de doenças. Para minimizar estes riscos, é necessária a mitigação do aquecimento global, ou seja, ações para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Dentre as vertentes das teorias organizacionais, a Visão Relacional (Relational View) indica como a gestão articula relacionamentos colaborativos para integrar competências e acessar conhecimentos tácitos necessários à realização das inovações. Esta pesquisa visa identificar se as empresas com melhor desempenho na mitigação do aquecimento global contam com maior competência de estabelecer relacionamentos em rede. Para atingir este objetivo, a pesquisa se desdobra em uma fase qualitativa e uma fase quantitativa. A fase qualitativa consiste de estudos de caso múltiplos sobre as características das competências de gestão de relacionamentos colaborativos em empresas que difundem produtos como aquecedores solares, ônibus para transporte público com motores híbridos e climatizadores de elevada eficiência energética. Por fim, será realizada uma pesquisa quantitativa baseada em dados de survey a fim de identificar que aspectos da competência de gestão de relacionamentos colaborativos têm poder explicativo para discriminar empresas de elevado desempenho na mitigação de aquecimento global, as quais difundem produtos de baixa emissão de gases de efeito estufa. (AU)