Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de ponto isométrico para realização de sutura ílio-trocantérica após secção do ligamento redondo e cápsula articular em cadáveres de cães

Processo: 11/06493-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2011 - 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:André Luis Selmi
Beneficiário:André Luis Selmi
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia veterinária  Cães 

Resumo

A luxação coxofemoral representa cerca de 90% das luxações em cães, geralmente de ocorrência unilateral. A estabilidade primária da articulação do quadril é proveniente da cápsula articular, enquanto que o ligamento redondo, a pressão hidrostática e músculos que circundam a articulação são considerados estabilizadores secundários, sendo assim, a luxação coxofemoral ocorre quando há lesão da cápsula articular e do ligamento redondo. Dentre as formas de tratamento, sugere-se que a sutura ílio-trocantérica apresente resultados semelhantes à técnicas mais elaboradas, entretanto existe uma gama de modificações da técnica com finalidade de restabelecer a amplitude de movimento da articulação do quadril. Objetiva-se neste estudo em cadáveres de cães, a determinação de pontos isométricos, no trocanter maior e corpo do ílio, por meio de analises radiográficas nos graus máximos de flexão e extensão articular, em quadris normais e em modelo de luxação coxofemoral cranio-dorsal. Um grupo, denominado controle, será avaliado de forma a se estabelecer a amplitude da articulação normal, enquanto o membro contralateral será submetido à secção da cápsula articular e ligamento redondo seguida da luxação da cabeça do fêmur e restabelecimento de sua posição anatômica. As distancias entre os pontos pré-estabelecidos serão mensurados por meio de paquímetro e expressas como porcentagem de variação em relação ao grau de neutralidade. O teste de t pareado será utilizado para fins de comparação estatística entre os grupos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)