Busca avançada
Ano de início
Entree

Desidratação de folhas fitoterápicas e condimentares: análise do processo de secagem

Resumo

A maioria das plantas medicinais e aromáticas é comercializada na forma dessecada e a baixa qualidade dos produtos secos, assim como a irregularidade da oferta, são importantes gargalos relatados por produtores. É urgente a incorporação de melhorias tecnológicas e a padronização de metodologias de processamento como forma de melhorar a qualidade da matéria-prima, o que é essencial para a eficácia da cadeia produtiva. Isto inclui ainda a determinação de propriedades físicas, termodinâmicas e de transporte dos materiais, e a análise de como os princípios ativos e componentes de interesse são afetados pelo processamento e armazenamento. Neste projeto propõe-se investigar a secagem de folhas visando à preservação dos princípios ativos e óleos essenciais após a secagem e durante a conservação do material seco. Serão empregadas neste estudo duas espécies tipicamente utilizadas como matéria-prima nas indústrias alimentícia, cosmética e farmacêutica, que são o manjericão (Ocimum basilicum L.) e a aroeira (Schinus molle). A secagem será efetuada em estufa de convecção forçada e em leitos vibrados com aeração (escoamento de ar ascendente), variando-se a temperatura do ar, a velocidade do ar de secagem e os parâmetros vibracionais (intensidade e amplitude de vibração). Pretende-se ainda contribuir para a fundamentação e melhor compreensão dos processos de secagem destes materiais através da aplicação de modelos matemáticos. Com o objetivo de obter dados e parâmetros que possam ser utilizados na modelagem, será inicialmente efetuada a caracterização detalhada dos materiais, determinando-se propriedades físico-químicas e propriedades térmicas. Para identificação dos mecanismos relevantes de transferência de massa, serão obtidos dados de cinética de secagem em camada-fina, e ajustados modelos matemáticos representativos. Os processos de secagem serão avaliados com base na redução do teor de umidade e qualidade do produto seco em termos de preservação dos constituintes de interesse e rendimento de extração dos óleos essenciais. Para definir os limites de desidratação do produto e estimar as mudanças do teor de umidade sob determinadas condições de temperatura e umidade relativa do ar ambiente, serão obtidas as curvas de equilíbrio higroscópico para sorção e dessorção de umidade para ambas as folhas. Finalmente, será avaliada a preservação de propriedades de interesse (princípios ativos, cor e teor de umidade) durante a armazenagem em condições de umidade e temperatura controladas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA COSTA, ARIANY BINDA; FREIRE, FABIO BENTES; FERREIRA, MARIA DO CARMO; FREIRE, JOSE TEIXEIRA. Convective drying of regular mint leaves: analysis based on fitting empirical correlations, response surface methodology and neural networks. ACTA SCIENTIARUM-TECHNOLOGY, v. 36, n. 2, p. 271-278, 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.