Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem e sequenciamento de genes que expressam proteínas ósseas reconhecidas por anticorpos monoclonais produzidos a partir de células de osteosarcoma humano (MG-63)

Processo: 11/07691-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2011 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luciene Machado dos Reis
Beneficiário:Luciene Machado dos Reis
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Rosa Maria Affonso Moysés ; Vanda Jorgetti ; Verônica Do Carmo Neves de Gouveia
Assunto(s):Nefrologia 

Resumo

Produzimos anticorpos monoclonais (mabs) a partir de células de osteosarcoma humano (MG-63) que são células com características de osteoblastos imaturos. Após fusão, 19 clones positivos foram identificados e deles escolhemos os anticorpos PSP 4-5, PSP 42-22 e PSP 85-9 que reconhecem, respectivamente, antígenos de 100, 20 e 16 kDa. Visando avaliar a especificidade dos anticorpos testamos sua expressão em cortes obtidos em criostato de tecidos oriundos da mesma célula mesenquimal, ou seja, osso, cartilagem, músculo cardíaco e tecido adiposo. Testamos também em células obtidas de biópsias ósseas de indivíduos normais e de pacientes com doença óssea adinâmica, osteíte fibrosa e osteoporose, além de fibroblastos de pele humana. Os mabs marcaram o periósteo do tecido ósseo, com distintos padrões de expressão, além de osteoblastos, osteócitos, condrócitos e outros tecidos mostrando que não são específicos. Quanto aos testes em células observamos que o PSP 4-5 é expresso em células ósseas normais, e de pacientes com doenças ósseas, porém com intensidade (escore) distinta. Em contraste, o PSP 42-22 demonstrou fraca reatividade em todas as células estudadas. O PSP 85-9 expressou-se em todas as células, porém com pouca intensidade nas células de pacientes com osteoporose. Diante desses resultados preliminares o objetivo do presente estudo é identificar os antígenos reconhecidos por esses anticorpos através da clonagem e seqüenciamento dos genes que os expressam. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)