Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade em espectrometria gama: eficiência de detecção e automação de cálculos

Processo: 95/09240-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 1996 - 31 de agosto de 2000
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Márcio Arruda Bacchi
Beneficiário:Márcio Arruda Bacchi
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):99/02115-0 - Qualidade Èm espectrometria gama: eficiência dè detecção e automação dè cálculos, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):96/06953-2 - Qualidade em espectrometria gama: eficiência de detecção e automoção de cálculos, BP.JP
Assunto(s):Espectroscopia de raio gama  Radioatividade artificial  Laboratórios  Controle da qualidade 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_347_245_246.pdf

Resumo

Como em qualquer outra área de atuação humana, no setor científico deve existir constante busca pela qualidade. Para tanto, o primeiro passo é o estabelecimento de um mecanismo de controle, permitindo a avaliação da condição vigente de trabalho. Em laboratórios de análise, os principais parâmetros indicativos de qualidade são a precisão, a exatidão e a sensibilidade. O Laboratório de Radioisótopos, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA) vem empregando, há 9 anos, espectrometria de raios gama para determinar radioatividade e composição química (através de análise por ativação neutrônica instrumental, INAA) em amostras de diversas origens. Como todos os trabalhos têm sido de aplicação de técnicas, existe carência de pesquisas metodológicas, que possam fornecer subsídios para facilitar as atividades rotineiras. Na determinação de radioatividade por raios gama, um importante fator para a obtenção de resultados exatos é o conhecimento da eficiência de detecção dos espectrômetros. Por ser depende de vários fatores - como energia da radiação, tamanho da fonte, distância entre fonte e detector, e tamanho do detector - a eficiência é bastante variável, o que dificulta sua determinação. A calibração de detectores de raios gama pode ser realizada basicamente por três tipos de métodos, o teórico, o empírico e o semi-empírico. A pesquisa proposta objetiva melhorar o processo utilizado para obtenção de resultados em espectrometria gama, através da estimativa de eficiência de detecção por método semi- empírico, elaboração de banco de dados de constantes físicas e criação de softwares de apoio. Estes últimos servirão para cálculo de radioatividade, precisão e limite de detecção. (AU)