Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos de resistência a drogas em fungos filamentosos

Processo: 96/05542-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Cooperação CNPq-FAPESP
Vigência: 01 de fevereiro de 1997 - 30 de junho de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: CNPq - Programa Cooperação CNPq-FAPESP
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Gustavo Henrique Goldman
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Aspergillus nidulans  Permeabilidade  Biologia molecular 

Resumo

Nos últimos anos, houve um grande aumento da incidência de infecções. A maioria das drogas antifúngicas disponíveis para os terapeutas, além de possuírem efeitos colaterais indesejáveis, não são muito eficazes. O entendimento de como os fungos filamentosos se "protegem" de drogas que são geralmente inofensivas para o seu crescimento, pode trazer valiosas informações de como atacá-los. A descoberta de novas vias metabólicas de proteção pode se refletir em novos "targets'' para a terapia antifúngica. Nós propomos a utilização do bem conhecido sistema de genética clássica e molecular do fungo filamentoso Aspergillus nidulans, como um modelo para a caracterização de mecanismos de resistência a drogas em fungos filamentosos. Desta forma, os objetivos específicos deste projeto são: (1) o isolamento de mutantes de A. nidulans que mostrem resistência/sensibilidade cruzada a diversas drogas com diferentes mecanismos de ação; (2) a caracterização genética de mutantes A. nidulans sensíveis a uma droga anti-topoisimetase I (camptothecin) e clonagem dos genes que complementem um destes mutantes e hipersensíveis. (AU)