Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de formulações bioinseticidas à base do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae

Resumo

O uso de Metarhizium anisopliae para o controle de Mahanarva fimbriolata (Stal) na cultura da cana-de-açúcar no Estado de São Paulo tem crescido muito nos últimos anos. O objetivo deste projeto é o aprimoramento das técnicas vigentes e o desenvolvimento de novos processos produtivos e de formulação de Metarhizium anisopliae, produzidos em meios de cultura líquidos e sólidos, de modo a elevar os níveis de controle de qualidade e baixar os custos de produção. Para tanto, foram delineadas as seguintes etapas: 1) seleção de meios de cultura complexos e de baixo custo econômico, assim como de fontes de nitrogênio, carbono e vitaminas; 2) avaliação da toxicidade de inertes para formulações líquidas e sólidas; 3) desenvolvimento de diferentes tipos de formulações; e 4) avaliação em campo da eficiência agronômica das formulações selecionadas. Na fase 1 do projeto selecionaram-se produtos alternativos e de baixo custo econômico (melaço de cana-de-açúcar, glicerina, extrato de levedura e levedura de cerveja) para a composição de meios de culturas líquidos, tendo em vista a produção em larga escala de diferentes estruturas do ciclo biológico de Metarhizium anisopliae. Essas informações serão utilizadas na fase 2 para desenvolvimento de novas formulações bioinseticidas baseadas em blastosporo e micélio seco e para viabilizar o uso da massa micelial como inóculo em sistemas bifásicos de produção de conídios aéreos (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: