Busca avançada
Ano de início
Entree

Mediadores da dor inflamatória e mecanismos de ação de analgésicos periféricos

Processo: 96/06109-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Cooperação CNPq-FAPESP
Vigência: 01 de fevereiro de 1997 - 31 de março de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Convênio/Acordo: CNPq - Programa Cooperação CNPq-FAPESP
Pesquisador responsável:Sérgio Henrique Ferreira
Beneficiário:Sérgio Henrique Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hiperalgesia  Óxido nítrico  Analgesia  Dor  Inflamação  Analgésicos 

Resumo

Procurar caracterizar as substâncias que possam ser definidas como mediadores da dor inflamatória. Temos como objetivo estender este estudo não só analisando a participação de outras citocinas inibitórias ou excitatórias na dor inflamatória (IL-4 e IL-10) como também através da detecção de seu mecanismo de ação poder obter antagonistas destas substâncias. Também procurando entender a gênese da dor inflamatória, temos estudado e é um de nossos objetivos analisar de forma mais completa a mediação espinal da dor inflamatória, via liberação de glutamato, bem como a ação retrógrada do glutamato espinal, nos neurônios de primeira ordem. Paralelamente a este estudo de mediadores envolvidos na gênese da dor inflamatória, procuramos analisar o mecanismo de ação de analgésicos periféricos. Estes estudos referem-se não só à obtenção de novos compostos, inclusive derivados opióides, com ação predominantemente periférica, mas também à verificação de seu efeito via ativação do sistema óxido nítrico-GMPc. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.