Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento e climatização do herbário do Instituto de Botânica de São Paulo

Processo: 94/04795-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Infra-estrutura
Vigência: 01 de março de 1995 - 30 de junho de 1995
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Maria das Graças Lapa Wanderley
Beneficiário:Maria das Graças Lapa Wanderley
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Herbários  Climatização  Infraestrutura 

Resumo

O Herbário do Instituto de Botânica abriga cerca de 250.000 espécimes, o que o coloca em 3° lugar entre os maiores herbários brasileiros e o 10 do Estado. Compõem seu acervo coleções de Fanerógamas (200.000), Pteridófitas, Briófitas, Algas, Fungos e Líquens, provenientes de todo o Brasil. Nele destacam-se principalmente as coleções de Fanerógamas provenientes de formações florestais de todo o Estado de São Paulo, Mata Atlântica e Matas Ciliares, que o torna referência indispensável a qualquer trabalho de florística, fitossociologia e sistemática desenvolvido em São Paulo. Devido às condições climáticas da cidade de São Paulo, que permitem a proliferação de insetos e outras pragas que danificam o acervo, a preservação adequada desses materiais exige um ambiente permanentemente saturado de naftalina. Além disso, faz-se necessário também o expurgo do acervo a cada dois anos, com gases altamente tóxicos e nocivos à saúde, posto que a naftalina não é totalmente eficaz no combate às pragas. Nos últimos anos, entretanto, estes procedimentos têm sido proibidos pelos órgãos de Saúde Pública, o que tem provocado o aumento do ataque de pragas à coleção. O isolamento da coleção com a colocação de divisórias de madeira e instalação de 10 aparelhos de ar condicionado permitirá o estabelecimento de um ambiente com temperatura e umidade controladas, o que contribuirá para a preservação adequada dos espécimes. Estas medidas visam uma melhor proteção do acervo a longo prazo, visto que o Herbário do Instituto de Botânica será o principal depositário de todo o material coletado através do projeto da Flora do Estado de São Paulo, além demais projetos em andamento. Além disso, o isolamento e climatização da coleção possibilitarão a retirada da naftalina dos armários e dispensarão o expurgo bianual, reduzindo sensivelmente a insalubridade do ambiente para os funcionários da seção. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)