Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento de LaCrO3 para aplicação em células combustíveis de eletrólito sólido planar

Processo: 00/08507-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2000 - 31 de outubro de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Márcio Raymundo Morelli
Beneficiário:Márcio Raymundo Morelli
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais cerâmicos  Cerâmica piezoelétrica  Células de combustível  Eletrólitos poliméricos  Síntese química 

Resumo

A proposta desse projeto é o desenvolvimento e estudo de cerâmicas de LaCrO3 como parte de conexão e coletora de elétrons em Células Combustíveis de Eletrólito Sólido. Essas células são de grande importância para o desenvolvimento tecnológico na área de geração de energia elétrica para o Século XXI. Pesquisas estão sendo feitas praticamente em todos os países, uma vez que esse processo alternativo é extremamente limpo e eficiente. No entanto, no Brasil pouco se tem conhecimento de grupos envolvidos neste tema de pesquisa. o desenvolvimento desse material cerâmico, com características elétricas, é um assunto bastante atraente para a pesquisa fundamental, além dos aspectos tecnológicos, devido às propriedades altamente peculiares que têm sido observadas nessa fase cerâmica (da família das perovskites de estrutura ABO3) e a possibilidade de se projetar microestruturas e aplicações revolucionárias do ponto de vista da ciência dos materiais. Tais possibilidades são, principalmente, fundamentadas nos parâmetros de controle de síntese de pós e processamento cerâmico. Nesse âmbito, o projeto de pesquisa objetiva a utilização do processo de reação de combustão (síntese química) na obtenção de pós de LaCrO3 e formas de processamento cerâmico que possam conformar cerâmicas densas e de fina espessura para utilização em células combustíveis de configuração planar (empilhamento de células individuais do tipo ânodo-eletrólito-cátodo-interconector-ânodo-eletrólito-cátodo-interconnector ...). O processo terá um desenvolvimento internacional para esse tipo de material, uma vez que a síntese por combustão, que é também uma técnica bastante atual, poderá ser aplicada a LaCrO3, que até então tem sido obtido por processos sofisticados, complexos e de custo elevado, que interferem na viabilidade econômica da produção das Células Cerâmicas. Atualmente, o LaCrO3 é apontado como o melhor coletor de elétrons (condutor eletrônico). O LaCoO3 encontra aplicação como cátodo e deve ser permeável a gases. Os demais componentes, como o ânodo de Ni-ZrO2 e o eletrólito de ZrO2, têm sido produzidos por tecnologias dominadas e não representam desafios para a fabricação comercial das células. Assim, a obtenção de pós e processamento de cerâmicas de LaCrO 3 são atualmente alvo de interesse científico mundial e a pesquisa proposta colocará o Brasil nesse contexto. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.