Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e caracterização de marcadores genéticos para desenvolvimento precoce e resistência a drogas em Eimeria spp. de galinha doméstica

Processo: 96/05421-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 1996 - 30 de setembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Arthur Gruber
Beneficiário:Arthur Gruber
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):00/10556-6 - Estudos de interação cabeça-cauda da tropomiosina utilizando mutantes nao-polimezaveis e fluorescentes, BP.IC
99/12528-0 - Cariotipagem molecular e mapeamento genômico de Eimeria spp. de galinha doméstica com marcadores moleculares de RAPD, BP.DR
99/07579-5 - Identificação e caracterização de marcadores genéticos para desenvolvimento precoce e resistência a drogas em Eimeria spp. de galinha doméstica, BP.TT
99/07303-0 - Sequenciamento e caracterização do genoma de RNA viral de Eimeria brunetti, BP.IC
Assunto(s):Coccidioses animal  Eimeria  Galinhas  Indústria agrícola  Marcador molecular  Clonagem 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_39_71_71.pdf

Resumo

A coccidiose das galinhas é uma doença causada por parasitas protozoários do gênero Eimeria, e é responsável por grandes prejuízos na indústria avícola. A principal medida profilática nas últimas décadas tem sido o emprego de quimioterápicos de ação anticoccidiana. Entretanto, o crescente surgimento de cepas de campo resistente tem obrigado a indústria avícola a adotar novas estratégias de utilização dos anticoccidianos, como programas duais, bem como o emprego de novas drogas. O fenômeno de transferência de resistência a drogas entre cepas de Eimeria foi demonstrado por diferentes grupos. Através de infecções mistas, utilizando duas cepas resistentes a drogas distintas, foi possível obter linhas com resistência múltipla, evidenciando a transferência de fatores genéticos. A despeito de estes experimentos terem sido realizados há mais de 20 anos atrás, os genes relacionados com a resistência a drogas ainda não são conhecidos. Ao lado do problema do surgimento de resistência a drogas, o custo cada vez maior do desenvolvimento dos anticoccidianos, e a crescente pressão pública para reduzir a utilização de drogas na ração de animais destinados ao consumo humano, têm estimulado o desenvolvimento de formas alternativas de ação contra a Eimeria, especialmente vacinas atenuadas. Neste sentido, têm sido desenvolvidas Iinhas precoces de Eimeria pela seleção contínua dos primeiros oocistos liberados. Essas linhas apresentam um ciclo de vida no qual uma ou mais etapas de esquizogonia são eliminadas, resultando em um período pré-patente mais curto, menor potencial reprodutivo e menor intensidade de lesões. Assim como no caso da resistência a algumas drogas, o caráter genético de precocidade é estável e pode ser usado como um marcador genético em experimentos de recombinação por fertilidade cruzada. Entretanto, tanto no caso da resistência a drogas, como na precocidade, não se conhecem os mecanismos moleculares envolvidos, nem os respectivos genes relacionados. O presente projeto objetiva identificar e caracterizar marcadores genéticos relacionados com a resistência a drogas e precocidade. Para isso, cepas de Eimeria resistentes e sensíveis a anticoccidianos, bem como linhas precoces e de desenvolvimento normal serão comparadas em ensaios de RAPD e de apresentação diferencial de mRNAs, procurando identificar diferenças genéticas e/ou do padrão de expressão gênica. Os marcadores identificados serão clonados no vetor pBluescript e caracterizados quanto à sua expressão diferencial por ensaios de Northem blot, arranjo genômico por Southern blot e sequência nucleotídica. As sequências obtidas serão tidas a buscas de homologia em bancos de dados como o Genbank, visando identificar a os genes clonados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.