Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um histeresígrafo magnético vetorial

Processo: 00/09124-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2000 - 31 de dezembro de 2002
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Aderbal de Arruda Penteado Junior
Beneficiário:Aderbal de Arruda Penteado Junior
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Máquinas elétricas  Materiais magnéticos 

Resumo

Desenvolvimento e construção de Histeresígrafo Magnético Vetorial - HMV, com o objetivo de estudar a dinâmica de magnetização de chapas de FeSi na presença de harmônicos e campos rotativos. A importância deste estudo é decorrente do crescente aumento da poluição harmônica provocado pelo uso de acionamentos eletrônicos, que resultam em sobreaquecimento no núcleo das máquinas elétricas. A proposta deste trabalho é motivada pelos bons resultados obtidos do programa de mestrado do orientado Marcelo S. Lancarotte, com o desenvolvimento de método de previsão dos ciclos de histerese magnética na presença de harmônicos, com base nos princípios da teoria do ferromagnetismo. O método desenvolvido possui precisão da ordem de 2%, sendo bastante adequado para uso no projeto de máquinas elétricas, apesar da fácil utilização. Contudo, o estágio atual do aparato experimental limita a resolução e continuidade da investigação. A construção do HMV proposto permitirá submeter amostras de chapas de FeSi a campos magnetizantes lineares ou rotativos, sob regime senoidal ou não, com maior resolução experimental. Para isso, está sendo proposta para o HMV uma geometria circular, que permite isolar melhor as variáveis da anisotropia magnetocristalina e da anisotropia magnetoelástica. Pretende-se a construção de dispositivo magnetizador que viabilize o uso de um transdutor de torque que permita confrontar os resultados do registro dos ciclos de histerese em duas dimensões, com os valores de perdas magnéticas. O objetivo final do projeto é obter um banco de dados das chapas de FeSi, que torne possível a elaboração de gráficos de correção e/ou programas de computador que permitam aos projetistas de máquinas rotativas corrigir o valor das perdas magnéticas e permeabilidade, em função do conteúdo harmônico. Consideramos a proposta ambiciosa, mas perfeitamente exeqüível no prazo diante proposto. A continuidade da pesquisa em andamento depende da implementação desse novo histeresígrafo, que amplia a capacidade dos anteriormente desenvolvidos no Instituto de Física da USP e no IPT, que foram cedidos para uso na dissertação de mestrado citada. [...] (AU)