Busca avançada
Ano de início
Entree

Sonolência e desempenho no trabalho realizado em horários irregulares

Resumo

Esquemas de trabalho que incluam o trabalho noturno alteram a organização dos horários de sono e vigília de trabalhadores. Muitos trabalhadores sofrem de privação crônica de sono e têm grande dificuldade em tolerar esta situação. Um dos maiores problemas é decorrente da tentativa de inversão de seus horários de dormir e acordar, exigência dos horários de trabalho (o indivíduo passa a dormir durante o dia e a ficar desperto à noite). Por este motivo, pode-se dizer que as estratégias individuais relacionadas aos hábitos de sono são essenciais para permitir a adaptação ao trabalho realizado em horários não usuais. A investigação da fragmentação do sono como estratégia de adaptação ao trabalho noturno foi o objetivo da tese de doutorado de Moreno (1998). A premissa que norteou esta tese foi a de que existiria uma propensão endógena em adormecer que possibilitaria a realização de mais de um episódio de sono em determinadas situações como as que ocorrem durante débitos de sono, por exemplo. Os resultados desta tese sugerem que a fragmentação do sono ocorre em casos em que há débitos de sono atuando em conjunto com fatores sociais que impeçam ou dificultem a realização de um único episódio de sono. Como reflexo destes fatores, alguns indivíduos têm facilidade em fragmentar seu sono e, neste caso, a fragmentação atuaria como um mecanismo adaptativo ás alterações impostas pelos horários de trabalho a estes indivíduos. Outros, no entanto, têm dificuldade em fragmentar seu sono, evidenciando a importância das diferenças interindividuais com relação a estratégias de adaptação adotadas. Neste projeto, será investigada a fragmentação do sono e sua atuação como estratégia de adaptação ao trabalho em uma categoria profissional, motoristas de caminhão. A escolha desta categoria profissional justifica-se pelo grande número de acidentes que vêm ocorrendo nas estradas, nos últimos anos, devido a jornadas impraticáveis impostas a estes trabalhadores, que os levam a dirigir sem o suficiente descanso prévio. A partir do conhecimento da organização dos episódios de sono destes trabalhadores, assim como dos episódios de sonolência será possível determinar a possível relação existente entre sonolência e organização do sono para cada um deles. Dentro deste contexto, o principal objetivo deste projeto é conhecer os padrões de sono necessários para manter um aceitável desempenho entre motoristas de caminhão. A partir do conhecimento das necessidades de sono dos trabalhadores serão propostas modificações na escala de trabalho dos mesmos, que atendam estas necessidades. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORENO‚ CRC; LOUZADA‚ FM; TEIXEIRA‚ LR; BORGES‚ F.; LORENZI-FILHO‚ G. Short sleep is associated with obesity among truck drivers. CHRONOBIOLOGY INTERNATIONAL, v. 23, n. 6, p. 1295-1303, 2006.
MORENO‚ CRC; CARVALHO‚ FA; LORENZI‚ C.; MATUZAKI‚ LS; PREZOTTI‚ S.; BIGHETTI‚ P.; LOUZADA‚ FM; LORENZI-FILHO‚ G. High risk for obstructive sleep apnea in truck drivers estimated by the Berlin questionnaire: prevalence and associated factors. CHRONOBIOLOGY INTERNATIONAL, v. 21, n. 6, p. 871-879, 2004.
PASQUA‚ IC; MORENO‚ CRC. The nutritional status and eating habits of shift workers: a chronobiological approach. CHRONOBIOLOGY INTERNATIONAL, v. 21, n. 6, p. 949-960, 2004.
MORENO‚ CRC; MATUZAKI‚ L.; CARVALHO‚ F.; ALVES‚ R.; PASQUA‚ I.; LORENZI-FILHO‚ G. Truck drivers sleep-wake time arrangements. Biological Rhythm Research, v. 34, n. 2, p. 137-143, 2003.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.