Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no smog fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição urbana

Processo: 02/04751-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de julho de 2003 - 31 de outubro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Silvia Ribeiro de Souza
Beneficiário:Silvia Ribeiro de Souza
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/54396-1 - Efeitos do ozônio no crescimento e produção de biomassa nas cultivares Tracajá e Sambaiba de Glycine max (soja), BP.IC
05/57020-7 - Tolerância ao estresse oxidativo das cultivares IAC 14 e IAC 18 de Glycine max (soja), fumigadas com diferentes concentrações de ozonio, BP.PD
05/57804-8 - Estabelecimento do potencial de plantas para o monitoramento de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) presentes na atmosfera urbana de São Paulo, BP.MS
+ mais bolsas vinculadas 05/56546-5 - Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no smog fotoquímico: um g fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição u, BP.TT
04/09259-8 - Potencial de uso de Nicotiana tabacum var. Bel-W3 para biomonitoramento dos níveis de contaminação atmosférica por componentes do smog fotoquímico, na cidade de São Paulo, BP.DD
04/12859-7 - Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas do smog fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição urbana, BP.TT
04/07451-9 - Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no smog fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição urbana, BP.TT
04/03167-4 - Estudo da relação necroses foliares indicadoras de ozônio atmosféricos e defesas antioxidativas em folhas de Nicotiana tabacum Bel W3 sob efeito da poluição aérea urbana de São Paulo, BP.IC
04/01144-7 - Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no Smog fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição urbana, BP.TT
03/01568-9 - Avaliação das respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no smog fotoquímico: um estudo em câmara controlada simulando a poluição urbana, BP.JP - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Química atmosférica  Poluição  Ozônio  Monitoramento ambiental 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_135_127_128.pdf

Resumo

O incremento da concentração de poluentes atmosféricos tem preocupado as agências de controle ambiental tornando a problemática da poluição do ar alvo de grande interesse para estudo. Os veículos tem sido os principais responsáveis pela contaminação do ar nas grandes cidades, por emitir compostos precursores do fenômeno tipicamente urbano denominado smog fotoquímico. O efeito da poluição causada por este fenômeno constitui um problema de difícil avaliação devido à presença na atmosfera de inúmeras classes de compostos orgânicos e reações químicas que ainda não foram bem elucidadas. A maioria dos poluentes originados durante o smog fotoquímico é comprovadamente tóxica e acarreta danos a curto e a longo prazo à saúde da população e aos ecossistemas naturais. Dentre os vários poluentes fotoquímicos (PAN, ácidos orgânicos, aldeídos cetonas, ozônio entre outro), o ozônio é o poluente que tem despertado maior interesse em nível mundial devido a sua crescente formação, dificuldade de controle e ao seu alto potencial tóxico aos sistemas biológicos. Os efeitos da poluição aérea, particularmente do ozônio, sobre os organismos vivos podem ser delimitados, previstos e até minimizados através de biomonitoramento, sendo que várias espécies vegetais podem ser utilizadas como indicadoras da presença de poluentes na atmosfera. Para que o biomonitoramento seja uma ferramenta aplicável aos estudos da poluição aérea é necessário avaliar as reações químicas, bioquímicas, fisiológicas e mutagênicas promovidas pelos poluentes atmosféricos sobre as plantas. Estes estudos são geralmente realizados em ambientes urbanos e controlados através de câmaras de fumigação, onde um poluente específico, mistura de poluentes ou a poluição urbana pode ser simulada em concentrações similares as encontradas na atmosfera. A simulação da poluição em câmaras tem sido comumente realizada para determinar o potencial fitotóxico de alguns poluentes, tais como O3, SO2 e NOx, fumigando plantas, com um dado poluente ou misturas pré-estabelecidas de poluentes Entretanto estudos com simulação que se proponha acompanhar as reações de plantas bioindicadoras ao longo do processo de transformações químicas atmosféricas durante formação do smog fotoquímicos não tem sido efetivamente realizados. Desta forma, o projeto tem por finalidade avaliar as respostas de bioindicadores vegetais a diferentes condições da química atmosférica envolvidas no smog fotoquímico buscando determinar efeitos antagônicos e sinérgicos dos poluentes sobre as espécies vegetais. Esta avaliação integrada das respostas das plantas com a química da atmosfera, através da simulação em câmara, monitorando minuciosamente as mudanças vegetais ao longo dos processos de transformações atmosféricas possibilita não somente dar um salto nas pesquisas de biomonitoramento realizadas no Brasil, mas também abrir novos horizontes no âmbito do entendimento da interação atmosfera-biosfera uma vez que os estudos serão focalizados na compreensão interdisciplinar entre a química atmosférica e as respostas químicas, bioquímicas e fisiológicas das plantas. (AU)

Publicações científicas (11)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NOBRE ESPOSITO, JESSICA BORDOTTI; ESPOSITO, BRENO PANNIA; AZEVEDO, RICARDO ANTUNES; CRUZ, LUCIANO SOARES; DA SILVA, LUZIMAR CAMPOS; DE SOUZA, SILVIA RIBEIRO. Protective effect of Mn(III)-desferrioxamine B upon oxidative stress caused by ozone and acid rain in the Brazilian soybean cultivar Glycine max ``Sambaiba{''}. Environmental Science and Pollution Research, v. 22, n. 7, p. 5315-5324, APR 2015. Citações Web of Science: 5.
BULBOVAS, P.; SOUZA, S. R.; ESPOSITO, J. B. N.; MORAES, R. M.; ALVES, E. S.; DOMINGOS, M.; AZEVEDO, R. A. Assessment of the ozone tolerance of two soybean cultivars (Glycine max cv. Sambaiba and Tracaja) cultivated in Amazonian areas. Environmental Science and Pollution Research, v. 21, n. 17, p. 10514-10524, SEP 2014. Citações Web of Science: 11.
FERREIRA, MAURICIO LAMANO; NOBRE ESPOSITO, JESSICA BORDOTTI; DE SOUZA, SILVIA RIBEIRO; DOMINGOS, MARISA. Critical analysis of the potential of Ipomoea nil `Scarlet O'Hara' for ozone biomonitoring in the sub-tropics. JOURNAL OF ENVIRONMENTAL MONITORING, v. 14, n. 7, p. 1959-1967, JUL 2012. Citações Web of Science: 10.
BÁRBARA BÂESSO MOURA; SÍLVIA RIBEIRO DE SOUZA; EDENISE SEGALA ALVES. Structural responses of Ipomoea nil (L.) Roth 'Scarlet O'Hara' (Convolvulaceae) exposed to ozone. Acta Botanica Brasilica, v. 25, n. 1, p. -, Mar. 2011.
MOURA, BARBARA BAESSO; DE SOUZA, SILVIA RIBEIRO; ALVES, EDENISE SEGALA. Structural responses of Ipomoea nil (L.) Roth `Scarlet O'Hara' (Convolvulaceae) exposed to ozone. Acta Botanica Brasilica, v. 25, n. 1, p. 122-129, JAN-MAR 2011. Citações Web of Science: 10.
SOUZA, S. R.; PAGLIUSO, J. D. Design and assembly of an experimental laboratory for the study of atmosphere-plant interactions in the system of fumigation chambers. ENVIRONMENTAL MONITORING AND ASSESSMENT, v. 158, n. 1-4, p. 243-249, NOV 2009. Citações Web of Science: 9.
LIMA, ELIZABETH DE SOUZA; DE SOUZA, SILVIA RIBEIRO; DOMINGOS, MARISA. Sensitivity of Tradescantia pallida (Rose) Hunt. `Purpurea' Boom to genotoxicity induced by ozone. MUTATION RESEARCH-GENETIC TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL MUTAGENESIS, v. 675, n. 1-2, p. 41-45, APR 30 2009. Citações Web of Science: 4.
ESPOSITO, MARISIA P.; FERREIRA, MAURICIO L.; SANT'ANNA, SILVIA M. R.; DOMINGOS, MARISA; SOUZA, SILVIA R. Relationship between leaf antioxidants and ozone injury in Nicotiana tabacum `Bel-W3' under environmental conditions in Sao Paulo, SE - Brazil. Atmospheric Environment, v. 43, n. 3, p. 619-623, 2009. Citações Web of Science: 23.
SILVIA RIBEIRO DE SOUZA; SILVIA MARIA ROMANO SANT'ANNA; MIRIAN CILENE SPASIANI RINALDI; MARISA DOMINGOS. Short-term leaf responses of Nicotiana tabacum 'Bel-W3' to ozone under the environmental conditions of São Paulo, SE - Brazil. Brazilian Archives of Biology and Technology, v. 52, n. 1, p. 251-258, Fev. 2009.
PATRICIA BULBOVAS; SILVIA MARIA ROMANO SANT'ANNA; REGINA MARIA DE MORAES; ELISABETH DE SOUZA LIMA; JULIANA MORENO PINA; MARISIA PANNIA ESPOSITO; MAURÍCIO LAMANO FERREIRA; ADRIANO AFONSO SPIELMANN; CILIANE MATILDE SOLLITO; CYNTHIA HERING RINNERT; DENÍLSON FERNANDES PERALTA; JULIANA DA SILVA CARDOSO; LÍLIAN CARMINITTI; LUCIANA DA SILVA CANÊZ; MARCELO M. DOS SANTOS REIS; MICHEL NAVARRO BENATTI; SILVIA RIBEIRO DE SOUZA; MARISA DOMINGOS. Avaliação da sensibilidade de plantas jovens de quiabo (Abelmoschus esculentus (L.) Moench. - Malvaceae) ao ozônio. Hoehnea, v. 35, n. 3, p. -, 2008.
SANT’ANNA‚ S.M.R.; ESPOSITO‚ M.P.; DOMINGOS‚ M.; SOUZA‚ S.R. Suitability of Nicotiana tabacum [] Bel W3’for biomonitoring ozone in S o Paulo‚ Brazil. Environmental Pollution, v. 151, n. 2, p. 389-394, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.