Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do algodão geneticamente modificado para resistência a insetos em organismos não-alvo

Processo: 03/00077-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2003 - 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Italo Delalibera Júnior
Beneficiário:Italo Delalibera Júnior
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/50649-2 - Caracterização dos fatores determinantes das explosões populacionais de ácaros pragas em soja para subsidiar estratégias de manejo, BP.DR
06/57234-0 - Efeitos do algodão geneticamente modificado para resistência a insetos (bollgard) na biologia e capacidade predatória de ácaros predadores da família Phytoseiidae, BP.IC
04/11755-3 - Efeitos de algodão geneticamente modificado para resistência a insetos em ácaros predadores da família Phytoseiidae, BP.IC
03/08337-2 - Efeitos do algodão geneticamente modificado para resistência a insetos em organismos não-alvo, BP.JP
Assunto(s):Algodão  Plantas geneticamente modificadas  Impactos ambientais  Análise de risco  Microbiologia do solo 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_7_53_53.pdf

Resumo

Um dos fatores pelo qual plantas geneticamente modificadas (GM) ainda não estão disponíveis aos agricultores brasileiros é a exigência por parte dos órgãos competentes do Governo Federal de ampla avaliação sobre os riscos de impactos ambientais das diferentes alterações genéticas. Uma das alterações genéticas com maior aplicação atualmente é a inserção de genes da bactéria Bacillus thuringiensis que produzem toxinas inseticidas em plantas. Espera-se com os estudos propostos neste projeto abordar importantes questões científicas sobre o impacto do algodão geneticamente modificado para resistência a insetos (algodão Bt) em ácaros predadores generalistas e na diversidade de bactérias e ácaros do solo. Estes grupos bioindicadores foram selecionados pelas importantes funções que exercem no agroecossistema, pelos riscos potenciais elevados que apresentam devido à exposição direta a estas toxinas e por serem organismos pouco representados nas análises de impacto de transgênicos. Bactérias e ácaros do solo estarão expostos às toxinas Bt presentes em exudatos radiculares e também quando atuarem na decomposição dos restos culturais das plantas transgênicas. Ácaros predadores da família phytoseiidae são importantes no controle natural de ácaros fitófagos e também se alimentam de pólen e exudatos de plantas que podem conter as toxinas ativas do Bt. Alterações induzidas pelo plantio de algodão Bt na diversidade bacteriana global e diversidade das bactérias fixadoras de nitrogênio dos solos serão analisadas pela comparação dos padrões do DNA ribossômico de bactérias amplificados diretamente do complexo de DNA de solos cultivados com variedades transgênicas e com variedades não transgênicas utilizando-se as técnicas T-RFLP e ARDRA (do inglês, terminal restrictionfragment length polymorphism e amplified rDNA restriction analysis), respectivamente. As densidades de bactérias decompositoras de celulose serão quantificadas em meios de cultura contendo carboxi-metil-celulose e corante vermelho congo para visualização de celulases. O impacto do algodão Bt em ácaros predadores será determinado comparando-se a sobrevivência, desenvolvimento, reprodução, preferência e capacidade predatória de ácaros alimentados de pólen e exudatos de plantas transgênicas e não transgênicas. A execução deste projeto proporcionará a formação de um laboratório de avaliação de riscos de organismos geneticamente modificados localizado no prédio de quarentena da Embrapa Meio Ambiente em Jaguariúna-SP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE CASTRO, THIAGO RODRIGUES; SALDARRIAGA AUSIQUE, JOHN JAIRO; NUNES, DAIANE HELOISA; IBANHES, FERNANDO HENRIQUE; DELALIBERA JUNIOR, ITALO. Risk assessment of Cry toxins of Bacillus thuringiensis on the predatory mites Euseius concordis and Neoseiulus californicus (Acari: Phytoseiidae). Experimental and Applied Acarology, v. 59, n. 4, p. 421-433, APR 2013. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.